Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Roger fica indignado com Bahia: ‘Cada um abre a perna da maneira que gosta’

O Cruzeiro vive um momento delicado no Campeonato Brasileiro, e para não ser rebaixado precisa vencer o Atlético-MG no clássico mineiro, ou, se perder a partida, torcer contra Furacão e Ceará, que enfrentam Coritiba e Bahia, respectivamente. O time baiano, no entanto, chegou a divulgar uma nota no site oficial onde se posicionava favorável a permanência do Vozão na elite do futebol brasileiro, situação que deixou o armador cruzeirense Roger indignado.

‘Isso é lamentável num campeonato de pontos corridos, onde a grande maioria das situações é resolvida no último jogo. Numa situação dessas cabe aos comandantes da CBF analisarem o fato, e eles têm que cobrar, não somos nós. Temos que fazer nosso papel, até porque a gente não depende de ninguém. Cada um abre a perna da maneira que gosta’, declarou.

Diante da pressão em cima dos jogadores do Cruzeiro, o técnico Vágner Mancini optou por tirar os atletas de Belo Horizonte e realizar a preparação da Raposa em Atibaia, interior paulista. Segundo ele, dessa forma, o time celeste deixa de conviver com uma série de coisas e foca somente na partida decisiva contra o arquirrival Atlético-MG.

‘Sempre que você tira o time da cidade onde ele vai jogar, tem que, obviamente, ter um objetivo em cima disso. A gente não quer que os atletas convivam com uma série de coisas. E, ao mesmo tempo, a gente tem que querer que os atletas se alimentem bem, durmam bem, que sejam concentrados e estejam capacitados para chegar no domingo e, concentrados naquilo que deve ser um jogo tenso, se preparar. Quando você está mais perto, juntos, você vive melhor com isso’, disse o treinador.