Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rodrigo Pessoa será o porta-bandeira do Brasil nos Jogos

Cavaleiro medalha de ouro em Atenas puxará fila da delegação na abertura

“Ele representa muito bem os valores olímpicos. Sua carreira é uma inspiração para todos os atletas brasileiros”, disse Nuzman, do COB

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou nesta sexta-feira que o cavaleiro Rodrigo Pessoa, medalhista de ouro em Atenas-2004, será o porta-bandeira da delegação nacional na cerimônia de abertura dos Jogos de Londres, no dia 27. Prestes a disputar sua sexta Olimpíada, Pessoa disse estar surpreso com o convite. “É um momento muito especial na minha carreira. Recebi a notícia com muita emoção. Foi uma surpresa bastante agradável. Disputar os Jogos é o sonho de qualquer atleta – e estar à frente da delegação é uma honra”, afirmou.

Pessoa desembarcará em Londres com três medalhas olímpicas no currículo. Além do título de 2004, ele foi bronze por equipe em Sydney-2000 e Atlanta-1996. Em 2008, o brasileiro ficou em quinto lugar no individual. “Espero ter um bom desempenho em Londres e representar muito bem o país nos Jogos”, afirmou Pessoa, que disputou sua primeira Olimpíada em Barcelona, aos 19 anos. “Ele representa muito bem os valores olímpicos. Sua carreira é uma inspiração para todos os atletas brasileiros”, elogiou Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB.

Filho de Nelson Pessoa, considerado um dos melhores cavaleiros da história, Rodrigo nasceu em Paris e protagonizou carreira vitoriosa em competições na Europa. Seu primeiro título foi conquistado aos 12 anos, na Inglaterra. O auge de vida esportiva aconteceu em 2005, quando recebeu a medalha de ouro, garantida no ano anterior, em Atenas, das mãos do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o belga Jacques Rogge. O atraso na entrega da medalha se deveu à desclassificação tardia de um rival irlandês cujo cavalo estava dopado.

(Com Agência Estado)