Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rodrigo Caetano já lamenta prováveis saídas de Sóbis e Lanzini

Ainda na disputa da Copa Libertadores e do Campeonato Carioca, o Fluminense já tem que começar a se movimentar para não perder jogadores do elenco atual no meio da temporada. Dois dos casos mais complicados para a diretoria tricolor são os do meia Lanzini e do atacante Rafael Sóbis. Para o diretor-executivo Rodrigo Caetano, a situação de Sóbis é mais simples, ou ‘menos difícil’ que a do argentino.

‘A situação de ambos não é fácil. Não vou ficar aqui alimentando esperanças para o torcedor. A permanência é dificultada por conta dos valores. A situação do Sobis é parecida, mas os valores de opção não são tão elevadas. Ainda há a questão do tempo de contrato, já que o compromisso do Sóbis termina no início de agosto. Então, dá uma margem para negociação. O Lanzini é jovem e compreendemos que o River Plate tenha uma expectativa no atleta’, afirmou o dirigente.

Outra preocupação do dirigente é quanto à perda do atacante Wellington Nem, destaque do time na temporada. Para Rodrigo Caetano, o Fluminense vai fazer de tudo para que o jogador possa permanecer no clube pelo maior tempo possível.

‘Espero que, recuperado da lesão, o Wellington Nem possa estar treinando em breve com o elenco. Ele tem contrato com o clube, não é fácil colocar um elenco dessa qualidade em campo, requer uma série de fatores, como o financeiro. Só espero que retardemos esse momento de saída’, finalizou.