Clique e assine a partir de 8,90/mês

Rodada derruba técnicos Enderson Moreira e René Simões

Técnico do Fluminense caiu após goleada do Palmeiras no Maracanã. Brasileirão teve 21 trocas de treinador em 26 rodadas

Por Da Redação - 17 set 2015, 09h43

As derrotas na 26ª rodada do Brasileirão derrubaram mais dois treinadores: Enderson Moreira, do Fluminense, e René Simões, do Figueirense, foram demitidos na noite desta quarta-feira. Logo após a derrota do Fluminense por 4 a 1 para o Palmeiras, no Maracanã, o presidente Peter Siemsen avisou o treinador sobre a dispensa. “Foi uma decisão nossa, não do Enderson. Queremos um treinador que explore o potencial do grupo, que tem futebol. Já estamos procurando um técnico”, afirmou Siemsen, que agradeceu à dedicação de Enderson e lhe desejou boa sorte.

Brasileirão: Corinthians e Atlético-MG pedem reação rápida após tropeços

Com isso, o Fluminense terá seu quarto treinador no ano: já demitiu Cristóvão Borges, em março, e Ricardo Drubscky, em maio. Enderson começou bem o trabalho, mas acumulou dez derrotas nos últimos 13 jogos. Em seus últimos dias no Fluminense, se indispôs como o veterano Ronaldinho Gaúcho, que ficou no banco de reservas diante do Palmeiras. Esta é sua quarta demissão em 15 meses, período em que passou por Grêmio, Santos e Atlético-PR.

René Simões também perdeu o emprego logo depois de o Figueirense ser derrotado pelo rival Avaí por 1 a 0, em clássico no Orlando Scarpelli. O time caiu para a zona de rebaixamento, na 17ª posição, e a diretoria resolveu agir. René Simões estava há apenas um mês no cargo e acumulou três vitórias, um empate e quatro derrotas. O substituto de Argel Fucks, que se transferiu para o Inter, conseguiu levar o time às quartas de final da Copa do Brasil ao surpreender o Atlético-MG nas oitavas. Em 26 rodadas, houve 21 trocas de técnico no Brasileirão.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade