Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Roberto Fernandes critica apatia do América-RN após derrota

Sobrou para todo mundo. A derrota do América-RN para o Santa Cruz-RN por 2 a 0, nesse sábado, como não poderia deixar de ser, irritou o técnico do Dragão, Roberto Fernandes. Para o treinador, o tropeço foi reflexo do primeiro tempo apagado e da afobação da equipe.

‘Toda vez que você entra em campo achando que vai ganhar antes de jogar, se sujeita a isso. No segundo tempo, não faltou luta, mas pecamos. O time foi desorganizado, querendo entrar no meio com uma defesa (do adversário) com três zagueiros e dois volantes. Nós pecamos no primeiro tempo, deixamos o adversário gostar do jogo muito cedo e terminamos perdendo o jogo’, disse ao site oficial do América-RN.

Mas as críticas não ficaram só para os jogadores. Roberto reclamou também da arbitragem de Andrielly Elkeitt, que, segundo ele, nada fez para coibir a ‘cera’ do goleiro adversário, além de ser incoerente na distibuição de cartões.

‘Foi um absurdo. O árbitro deu um minuto de acréscimo no primeiro tempo e três minutos no segundo tempo. Foram pelo menos dois minutos de paralisação do goleiro Ney. A recomendação é de 30 segundos (de acréscimo) a cada substituição. Só no segundo tempo, foram cinco. Ele é Deus para saber se o América iria empatar ou não? O árbitro tem que fazer cumprir o que diz a questão técnica. Os critérios utilizados foram absurdos. Até a expulsão do Lúcio (do América-RN), nós tinhamos menos faltas e mais cartões’, finalizou.