Clique e assine com até 92% de desconto

Roberto Carlos se aposenta e planeja adeus em Real x Anzhi

Por Da Redação 1 ago 2012, 16h05

O lateral esquerdo Roberto Carlos encerrou oficialmente sua carreira nesta quarta-feira. Aos 39 anos, o brasileiro já estava trabalhando como assistente técnico de Guus Hiddink, no Anzhi Makhachkala (Rússia). Antes da equipe entrar em campo pela terceira fase qualificatória da Liga Europa 2012/2013, o jogador anunciou que já entrou em contato com o Real Madrid para realizar um amistoso de despedida entre as duas equipes.

Leia mais:

Volante do Arsenal é multado por comentários no Twitter

Roberto Carlos defendeu a seleção brasileira nas Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006, foi pentacampeão em 2002, na Copa do Japão/Coréia do Sul. Ainda em 2002, foi eleito o segundo melhor jogador do mundo – Ronaldo ficou em primeiro no prêmio da Fifa. Em 2006, foi considerado um dos culpados pela eliminação nas quartas, pela França, quando não acompanhou Henry no gol que tirou a seleção do torneio.

Revelado nas categorias de base do União São João de Araras, do interior de São Paulo, Roberto Carlos, dono de chute potente e grande batedor de faltas, foi destaque no Palmeiras entre 1993 e 1995, quando venceu um torneio Rio-São Paulo e foi bicampeão paulista e brasileiro. Do Palmeiras foi para a Inter de Milão (1995/96) e depois defendeu o Real Madrid por dez temporadas – foi tricampeão nacional e continental, além de bicampeão mundial em 1998 e 2002.

Leia mais:

Real Madrid renova contrato de Arbeloa até 2016

Deixou o Real em 2007 e passou três temporadas no turco Fenerbahçe. Voltou ao Brasil em 2010 para defender o Corinthians e foi eleito o melhor da posição no Campeonato Brasileiro. No início de 2011, deixou o Corinthians alegando temer a falta de segurança, e foi contratado pelo Anzhi, onde chegou a ser treinador interino.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade