Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Robenilson garante mais uma medalha do boxe no Pan

Por AE

Guadalajara – Dos três brasileiros que subiram ao ringue do boxe neste domingo em Guadalajara, dois avançaram às semifinais da modalidade nos Jogos Pan-Americanos. Depois de o campeão mundial Everton Lopes passar pelo porto-riquenho Antonio Ortiz na sua estreia, foi a vez de Robenilson de Jesus lutar e garantir pelo menos mais uma medalha de bronze para o Brasil no Pan.

O peso galo, que já havia vencido Felix Verdejo (Porto Rico) na sua estreia, na sexta, não teve dificuldades em superar o colombiano Deives Neder Julio, por 15 a 4. Robenilson, sempre apostando nos contragolpes certeiros, foi superior durante toda a luta, saindo vencedor nos três rounds. Pelas semifinais, na terça-feira, ele enfrenta Oscar Valdez, do México. Uma vitória garante pelo menos uma medalha de prata. “Mas eu estou focado no meu objetivo: quero o ouro”, diz ele.

Robenilson não teme nem o mexicano nem a torcida contrária. “Isso não me assusta. Eu entro focado na minha luta para fazer o meu melhor. Nunca lutamos juntos, mas agora vou estudar o estilo dele”, afirmou o brasileiro, que havia reclamado de cansaço após a primeira luta. “Hoje (domingo) me senti melhor. Só mesmo a mão ainda incomoda um pouco.”

Outro brasileiro a lutar neste domingo foi o peso médio David Lourenço. Mas o campeão mundial juvenil e dos Jogos Olímpicos da Juventude (ambos títulos conquistados em 2010), de apenas 19 anos, deu azar no sorteio da chave. Ficou de bye nas oitavas de final, mas estreou contra Emílio Correa, de Cuba. Mais experiente, o cubano de 26 anos foi mais agressivo e venceu por 12 a 4, levando vantagem em todos os três rounds. David não tem mais chances de medalha.