Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rivaldo é dispensado pelo São Paulo e treina somente até sábado

Como já era previsto desde domingo, quando o veterano realizou sua última partida pelo Campeonato Brasileiro ao ser expulso na derrota para o Palmeiras, Rivaldo não será jogador do São Paulo em 2012. O clube comunicou a decisão nesta quinta-feira e o meia de 39 anos fará sua última atividade no CCT da Barra Funda no sábado.

‘Gostaria de informar a todos que a partir de sábado, que será meu último treinamento, não farei mais parte do elenco do São Paulo. Pela tarde, a diretoria do São Paulo me comunicou oficialmente que não continuo mais no clube no próximo ano’, contou o próprio atleta em seu Twitter.

O jogador já não poderia atuar na última partida no ano, no domingo, contra o Santos, em Mogi Mirim, porque estava suspenso – recebeu cartão vermelho no Choque-Rei por, segundo relato do árbitro, chutar Gerley sem bola. Lance que pôs fim à sua passagem pelo clube do Morumbi.

Contratado em janeiro sob a expectativa de ser o camisa 10 que a equipe tanto sentiu falta, Rivaldo não conseguiu se firmar como titular com nenhum dos três técnicos que o comandaram nesta temporada. Como seu vínculo acaba com o fim da liga nacional, já era dado como certo que não haveria prorrogação.

‘Gostaria de agradecer a toda torcida pelo imenso carinho que demonstraram por mim durante todo ano. Com certeza foi a melhor parte!’, continuou escrevendo o jogador, que virou pivô de pressão a técnicos por ter seu nome pedido nas arquibancadas. ‘Quero deixar aqui meu agradecimento pelo apoio que recebi e também pelas criticas, pois de alguma forma me ajudaram.’

A passagem do melhor jogador do mundo em 1999 pelo Tricolor paulista é irregular, e sempre ligada a seus comandantes. Paulo César Carpegiani foi demitido por, entre outros motivos, não dar chance ao veterano. Adilson Batista, por sua vez, teve como um dos principais erros, segundo o presidente Juvenal Juvêncio, insistir demais no experiente atleta. Já com Emerson Leão, o tratamento é de quem já estava mesmo de saída.

Rivaldo, porém, insiste que não vai se aposentar, embora complete 40 anos de idade em abril. ‘Não é minha despedida ainda do futebol, pois ainda tenho muita lenha para queimar e meu propósito é terminar minha carreira no final de 2012’, informou o meia, que desperta interesse de Portuguesa e Santa Cruz e pode também atuar pelo Mogi Mirim, clube em que é um dos proprietários.