Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rivais, Náutico e Sport fazem clássico por G-4 e embalo na reta final

Rivais históricos, Náutico e Sport fazem o ‘Clássico dos Clássicos’, neste sábado, às 16h20, no estádio dos Aflitos, importante na briga pelo acesso. Faltando seis rodadas para o final da Série B, as duas equipes buscam se recuperar na competição, mas o Timbu está mais confortável, pois ainda está no G-4 – grupo que o Leão da Ilha ainda sonha fazer parte.

Após um momento ruim no Brasileiro, o Náutico bateu o ameaçado Vila Nova e esperava embalar novamente na competição. Mas, um revés diante do Vitória, na rodada passada, voltou a acender o sinal de alerta no time alvirrubro. Para reencontrar os triunfos na Segundona, o volante Derley ensina: o Timbu não pode mudar seu estilo de jogo.

‘Vamos enfrentar uma grande equipe, que vai para o campo querendo uma vaga no grupo dos quatro primeiros classificados, mas não podemos mudar nossa maneira de jogar’, disse o jogador.

Para buscar sua 15vitória da competição, o time contará com o artilheiro da Série B, o atacante Kieza, que já foi às redes 18 vezes. O jogador lesionou o ombro na quarta-feira e chegou a preocupar, mas deverá pegar o Sport, em casa. Já o zagueiro Ronaldo Alves, com uma fratura no nariz, ainda não foi descartado, mas dificilmente estará em campo neste sábado. Em seu lugar, Diego Bispo foi escolhido para fazer dupla de zaga com Marlon.

Em relação ao time que caiu frente ao Vitória, o Naútico ainda terá as voltas do goleiro Gideão, o lateral esquerdo Aírton, além dos meio-campistas Elicarlos e Derley. O lateral Jeff Silva, que estava lesionado, também trabalhou com o elenco e deverá ser opção no banco de reservas alvirrubro.

Pelo Sport, a equipe perdeu uma boa chance de já estar no G-4, após perder para o Goiás, em casa. O resultado gerou grande revolta da torcida rubro-negra, que depredou a sede da Ilha do Retiro e obrigou o time a ter até um treino acompanhado pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar.

Há seis anos atuando pelo Leão, o arqueiro Magrão já atuou diversas contra o Náutico, e projeta este duelo como decisivo, pela possibilidade da aproximação ao G-4. Pensando na confiança para a reta final da competição, o camisa 1 vê com bons olhos o fato de ter um clássico neste momento.

‘O momento é bom (para um clássico). Se a gente vencer, vamos ganhar mais confiança para o restante da competição. Vamos estar prontos para buscar essa arrancada que a gente tanto espera’, explicou.

Contra o Timbu, o Sport ainda contará com a volta do meia Marcelinho Paraíba, que estava suspenso diante do esmeraldino. Além dele, o time do técnico PC Gusmão ainda contará com o atacante Bruno Mineiro. Dúvida por conta de dores no quadril durante esta semana, o jogador participou do último treinamento, e deve ser titular no ataque do Sport, junto de Branquinho.

Quanto ao restante da escalação, o comandante faz mistério. Existe a possibilidade de Moacir assumir a vaga de titular na lateral direita, no lugar de Thiaguinho. Questionado sobre o fato, porém, PC Gusmão afirmou que irá esperar até o pouco antes do jogo para revelar qual será o titular rubro-negro no clássico.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO X SPORT

Local: estádio dos Aflitos, em Recife (PE)

Data: 29 de outubro de 2011, sábado

Horário: 16h20 (de Brasília)

Árbitro: Gutenberg de Paula Fonseca (Fifa-RJ)

Assistentes: Erich Bandeira e Jossemar Diniz Moutinho (ambos de PE)

NÁUTICO: Gideão; Peter, Marlon, Diego Bispo e Aírton; Elicarlos, Derley, Eduardo Ramos e Elton; Rogério e Kieza

Técnico: Waldemar Lemos

SPORT: Magrão; Thiaguinho (Moacir), Tobi, Gabriel e Wellington Saci; Hamilton, Rithelly, Naldinho e Marcelinho Paraíba; Bruno Mineiro e Branquinho

Técnico: PC Gusmão