Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Rio Open 2020 terá 12 tenistas entre os 50 melhores do mundo

Torneio será realizado em fevereiro no Jockey Club Brasileiro

Por EFE - Atualizado em 8 jan 2020, 18h24 - Publicado em 8 jan 2020, 18h18

O Rio Open de tênis de 2020 contará com dois tenistas entre os dez melhores do mundo e 12 entre os 50 primeiros colocados do ranking de simples da ATP, conforme anúncio feito pelos organizadores do evento nesta quarta-feira, 8.

A lista completa de jogadores com presença confirmada no único ATP 500 da América do Sul, cuja sétima edição será realizada em fevereiro no Jockey Club Brasileiro, na zona sul do Rio, foi divulgada com os nomes do austríaco Dominic Thiem, número 4 do circuito, e o italiano Matteo Berrettini, oitavo.

Thiem foi campeão do Rio Open em 2017 e vice das duas últimas edições de Roland Garros, enquanto Berrettini foi semifinalista dos US Open no ano passado.

Também estarão no Jockey Club os argentinos Diego Schwartzman (13º do mundo e campeão no Rio em 2018) e Guido Pella (25), assim como a promessa croata Borna Coric (28), o que faz com que o torneio tenha cinco integrantes do top 30.

Publicidade

Os outros membros do top 50 são o chileno Cristian Garín (33), os sérvios Dusan Lajovic (34) e Laslo Djere (39), atual campeão, os espanhóis Albert Ramos-Viñolas (41) e Fernando Verdasco (49), o uruguaio Pablo Cuevas (45) e o argentino Juan Ignacio Londero (50).

Quantos aos brasileiros, o único confirmado, embora ainda não oficialmente, é Felipe Meligeni, sobrinho do ex-tenista Fernando Meligeni e campeão de um torneio que garante convite da organização para a chave principal. Já Thiago Monteiro é o primeiro ‘alternate’ e precisa de alguma desistência ou que algum dos ‘wild cards’ não seja usado.

Tenistas com presença confirmada no Rio Open:

Dominic Thiem (AUT) – 4º.

Matteo Berrettini (ITA) – 8º.

Publicidade

Diego Schwartzman (ARG) – 13º.

Guido Pella (ARG) – 25º.

Borna Coric (CRO) – 28º.

Cristian Garin (CHI) – 33º.

Publicidade

Dusan Lajovic (SER) – 34º.

Laslo Djere (SER) – 39º.

Albert Ramos-Viñolas (ESP) – 41º.

Pablo Cuevas (URU) – 45º.

Publicidade

Fernando Verdasco (ESP) – 49º.

Juan Ignacio Londero (ARG) – 50º.

Lorenzo Sonego (ITA) – 51º.

Casper Ruud (NOR) – 53º.

Publicidade

Pablo Andujar (ESP) – 64º.

Alexandr Dolgopolov (UCR) – 66º (ranking protegido).

Hugo Dellien (BOL) – 73º.

Federico Delbonis (ARG) – 74º.

Publicidade

Marco Cecchinato (ITA) – 75º.

Nicolas Jarry (CHI) – 77º.

Roberto Carballes Baena (ESP) – 80º.

Corentin Moutet (FRA) – 81º.

Publicidade

Alejandro Davidovich Fokina (ESP) – 85º. EFE

Publicidade