Clique e assine com 88% de desconto

Ricardinho aposta em “volta por cima” da Seleção nas Olimpíadas

Por Da Redação - Atualizado em 19 jul 2016, 14h27 - Publicado em 26 jul 2012, 12h48

A Seleção Brasileira masculina de vôlei terminou na sexta posição na última Liga Mundial e o resultado atípico deixou a torcida desconfiada quanto ao potencial do time nas Olimpíadas, mas o experiente levantador Ricardinho acredita na superação dos jogadores.

‘É claro que o resultado na Liga deixou a todos preocupados, mas é preciso lembrar que esse é um time habituado a dar a volta por cima. Não será a primeira vez que esse time supera uma desconfiança’, assegurou Ricardinho, que foi reintegrado ao time depois de um longo período afastado da Seleção. ‘Fiquei aliviado quando o Bernardinho confirmou a convocação. Tive mais paz para treinar’, contou.

Ricardinho esteve no grupo que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, e ainda precisa se adaptar ao novo estilo de jogo do time. ‘Essa é uma equipe mais alta, aquela era mais ágil e rápida. É claro que vou ter alguma dificuldade de adaptação, são outros colegas’, destacou o levantador.

Para Bruninho, que divide a posição de levantador com Ricardinho, a troca de jogadores na função pode ser uma estratégia para surpreender o rival durante a competição.

Publicidade

‘Nossos estilos são complementares. É claro que o Bernardinho vai nos usar para ter uma diversidade maior. Nossos adversários têm características diferentes e nós podemos mudar o ritmo de jogo, atrapalhar o nosso rival’, analisou.

O Brasil começa sua trajetória em Londres no próximo domingo contra a Tunísia, partida marcada para as 18 horas de Brasília. ‘A Tunísia é um adversário teoricamente mais fraco. Temos que entrar com tudo e vencer logo na estreia’, projetou Bruninho.

Publicidade