Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Revoltado com suspensão, Fabuloso acusa Seneme de perseguição

Por Da Redação 21 abr 2012, 20h36

Na noite em que marcou dois gols e foi decisivo, o atacante Luis Fabiano deixou o gramado do Morumbi com um gosto amargo em virtude do cartão amarelo recebido na vitória diante do Bragantino, que o tira das semifinais do Campeonato Paulista, contra Santos ou Mogi Mirim. Extramente Irritado, o centroavante acusou o árbitro Wilson Seneme de perseguição no primeiro tempo.

‘Desde o começo, ele intimidou, falou para não falar com ele. Como acontece isso, eu sou o capitão, mas o árbitro falou que não queria conversa. Agora, aconteceu o que ele queria’, afirmou o atleta, ainda no intervalo.

Luis Fabiano foi punido por uma falta em Fernando Gabriel, no momento em que ajudava na marcação. Na visão do atacante, Wilson Seneme se equivocou na decisão em virtude da falta de critério.

‘Tomei quatro porradas, e ele sempre intimidando e buscando para acontecer o meu cartão. Na falta, eu nem encostei no adversário. Está claro que não era para cartão. Depois, lamentamos tantos erros em Copa’, emendou o Fabuloso.

Ao fim da partida, Luis Fabiano revelou que Seneme mudou de postura na etapa completar. Ainda assim, lamentou a punição. ‘Queria muito estar nesta partida da semifinal. Ficar fora é lamentável por tudo que passei ano passado’, lastimou o camisa 9, recordando os problemas físicos.

Sem Luis Fabiano, o técnico Emerson Leão tem a opção de colocar Willian José como titular nas semifinais. O jovem atacante é, aliás, o artilheiro do São Paulo no Estadual, com dez gols.

Continua após a publicidade
Publicidade