Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Revolta e revanche: Argentina e Chile ‘salvam’ a disputa em Itaquera

Os argentinos reencontram seu algoz nas últimas duas finais de Copa América

A Argentina terá seu último desafio na Copa América neste sábado 6, na Arena Corinthians, em São Paulo. A equipe capitaneada por Lionel Messi disputará o terceiro lugar no torneio, partida que, geralmente, não tem tanto valor, mas será especial para os argentinos por causa do adversário: o Chile. Os argentinos foram surpreendidos pela seleção chilena, nos pênaltis, na final das últimas duas edições da competição e terão sua chance de exorcizar o fantasma chileno.

Tabela completa de jogos da Copa América 2019

O desempenho da seleção argentina nesta Copa América não foi dos melhores, mas a sensação, apesar das corriqueiras reclamações contra a arbitragem pela eliminação frente ao Brasil, na semifinal, é de dever cumprido, conforme comentou o técnico Lionel Scaloni. “Quanto mais o tempo passa, nos damos conta de que nos tiraram algo. Ainda estamos doloridos (pela eliminação). De alguma maneira, é preciso virar a página. Sabíamos que não éramos favoritos, mas trazer os novos jogadores e fazer com que jogassem bem era a minha prova, e a cumpri. O que viemos fazer, cumprimos. Estamos motivados para terminar o campeonato da melhor maneira. É importante manter a boa imagem dos últimos jogos”, disse, em coletiva.

No lado chileno, a luta do técnico Reinaldo Rueda é exatamente para conseguir motivar seus jogadores, frustrados pela eliminação para o Peru, em um surpreendente 3 a 0 na Arena do Grêmio. O treinador precisou explicar a declaração do volante Arturo Vidal depois da derrota na semifinal, que disse que ‘não tem muito sentido disputar o terceiro lugar. É lindo jogar contra a Argentina, mas não existe motivação porque não valerá título’.

“As declarações de Vidal são fruto de uma decepção por não estar na final. Esta partida (contra a Argentina) é importante por vários aspectos, pela dignidade e orgulho. Terminar um torneio em que se gerou uma expectativa muito grande. Jogaremos contra um rival com ótimo trabalho e que tem uma constelação de tremendos jogadores.

Argentina e Chile se enfrentam neste sábado, a partir das 16h (de Brasília), na Arena Corinthians, em São Paulo, pela disputa do terceiro lugar da Copa América.