Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reunião nesta segunda pode definir volta de Adilson ao Cruzeiro

Sem fazer qualquer tipo de cerimônia, o Cruzeiro não esconde que quer tirar o técnico Adilson Batista do Atlético-GO. O vice-presidente do clube, José Maria Fialho, já teria, inclusive, viajado para Goiânia, para tentar o acerto com o treinador e o Dragão, que ficou com o vice no Estadual neste final de semana.

O maior empecilho seria o valor da multa rescisória, que o Atlético-GO já declarou que vai cobrar em uma possível saída do treinador. Além disso, alguns problemas de relacionamento que Adilson Batista teve no passado com atletas que hoje vestem a camisa do Cruzeiro podem atrapalhar. Os casos mais conhecidos são com relação ao armador Roger e com o avante Wellington Paulista.

Apesar das dificuldades em trazer o treinador, a cúpula celeste entende que Adilson Batista é o melhor nome para comandar o time no Campeonato Brasileiro. Levir Culpi, um dos preferidos da torcida, está praticamente descartado em função do alto salário, que teria que ser reduzido para que as conversas prossigam.

O nome de Vadão, que disputou a final do Paulista com o Guarani também ganhou força nas últimas horas, e passa a ser uma opção em caso de fracasso nas negociações com Adilson Batista. Vadão afirma que não foi procurado pelo Cruzeiro, mas que aceita estudar um convite. ‘É interessante por ter o reconhecimento. Mas não estou preocupado com isso, pois não existe um contato oficial. Se eu tivesse sido procurado, iria comunicar ao presidente do Guarani’, declarou.