Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Resultado em Mônaco anima Massa para GP do Canadá

Por Da Redação 5 jun 2012, 10h24

Por AE

Montreal – A sexta colocação no GP de Mônaco, no último dia 27 de maio, parece ter elevado o moral do brasileiro Felipe Massa para as próximas etapas do Mundial de Fórmula 1. Foi o melhor resultado do piloto da Ferrari nesta temporada e apenas a segunda vez que ele pontuou – havia sido o nono no Bahrein. Por isso, ele não escondeu que o desempenho o deixou mais confiante para a próxima etapa do campeonato, o GP do Canadá, neste final de semana.

“Mônaco foi um bom final de semana para mim, já que estive competitivo desde o início dos treinos livres”, declarou. “Ao longo do final de semana, consegui ser consistente nos treinos livres, de classificação e na corrida. E o carro fez com que me sentisse confortável para pilotar. Gostei que o carro esteve na direção certa para se adequar ao meu estilo e espero que este momento positivo possa continuar, começando no Canadá e seguindo até o fim do campeonato”, completou.

Apesar da empolgação, Massa admitiu que o bom desempenho em Mônaco não significa necessariamente o início de sua recuperação. “Os ajustes que são necessários em Mônaco são muito diferentes dos de outros circuitos e, mesmo que o circuito de rua seja único, podemos pelo menos seguir a direção que tomamos e fazer este trabalho em outras pistas”, comentou.

Pressionado por seus resultados ruins desde 2010, o brasileiro sabe que precisará de mais do que apenas uma sexta colocação para afastar os rumores de que será substituído na Ferrari. Cobrado publicamente pela equipe em algumas ocasiões, o piloto tem convivido com diversos rumores sobre seu futuro e vê o mexicano Sergio Pérez, da Sauber, ser apontado como seu possível substituto.

“Definitivamente estou mais confiante agora. Me sinto mais forte e fiz uma boa corrida em Mônaco, mas não fiquei feliz porque, depois do trabalho que fiz desde o primeiro treino, esperava lutar pelo pódio. Tivemos a chance de conseguir isso, tivemos uma boa prova, mas um melhor desempenho no treino de classificação teria melhorado nossas chances no domingo”, avaliou.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês