Clique e assine com até 92% de desconto

Reservas do América-MG não resistem ao Guarani e sofrem goleada

Por Da Redação 15 abr 2012, 18h46

Já classificado para as semifinais do Campeonato Mineiro, o técnico Givanildo Oliveira optou por escalar o América-MG com uma equipe reserva contra o Guarani, na Arena do Jacaré. E o domingo não foi dos melhores para o Coelho, que foi dominado pelo time de Divinópolis e perdeu por 4 a 0, terminando a fase de classificação do estadual em terceiro lugar, com 21 pontos.

Logo no começo do primeiro tempo o zagueiro Márcio Santos abriu o placar para o Guarani. Aos 16, foi a vez de Magalhães, livre e dentro da área, ampliar o marcador em favor do Bugre de Divinópolis. Ainda no primeiro tempo, o avante Marinho ampliou depois de cobrança de falta ensaiada, marcando o terceiro gol do Guarani. Na etapa complementar, novamente Marinho apareceu para dar números finais ao jogo.

Na sequência do Campeonato Mineiro, o América-MG tem pela frente o clássico contra o Cruzeiro, pela semifinal do estadual. Como a Raposa terminou na segunda colocação, leva vantagem de jogar por dois resultados iguais para chegar à decisão do Mineiro.

O jogo – Atuando com o time reserva, o América-MG começou a partida sofrendo pressão do Bugre, que mesmo fora de casa teve mais posse de bola. Logo aos seis minutos, o time de Divinópolis saiu na frente com o zagueiro Márcio Santos, que após cobrança de falta pela direita, subiu sozinho para abrir o placar na Arena do Jacaré.

Melhor no jogo, o Guarani aproveitou o desentrosamento do Coelho, que atuou com o time reserva e tomou as rédeas da partida, criando chances de gol a todo o momento. A pressão da equipe de Divinópolis voltou a surtir efeito aos 16, quando Walter Minhoca fez cruzamento para área e a zaga americana bobeou, deixando Magalhães livre para ampliar o marcador em favor do Bugre.

Sem ver a cor da bola, o Coelho se mostrou uma equipe passiva e totalmente entregue. Desta forma, ficou fácil para o Guarani marcar o terceiro. Aos 31, após cobrança de falta ensaiada, Marinho recebeu no meio da defesa americana e, na saída do goleiro Glaycon, mandou para o gol para ampliar o resultado na Arena do Jacaré.

Na volta para o segundo tempo o Bugre continuou melhor no jogo e, aos 37, após cobrança de escanteio pela direita, o atacante Marinho se livrou da marcação e de cabeça mandou para o fundo das redes do Coelho, marcando o quarto gol do Guarani e transformando o resultado em goleada.

Aparentando desinteresse na partida, o América-MG não conseguiu mostrar qualquer poder de reação e ameaçou muito pouco o goleiro Thiago Régis, que foi um expectador privilegiado da partida, trabalhando muito pouco. Como prêmio pelo futebol mostrando o Guarani se manteve na primeira divisão do Mineiro e terminou a competição em sexto lugar, com 15 pontos.

Continua após a publicidade
Publicidade