Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reservas de Barça e Milan encaram honra dos pequenos na última rodada

Entre os jogadores de Barcelona e Milan não há mais quem pense na primeira fase da Liga dos Campeões da Europa. Já classificados, ambos têm compromissos importantes nos campeonatos nacionais e os espanhois, além disso, terão a disputa do Mundial de Clubes a partir da próxima semana. Com reservas em campo, os grandes fecham a competição continental duelando outra vez com os pequenos BATE Borisov e Viktoria Plzen.

Com 13 pontos conquistados, o Barcelona já é o líder do Grupo H da Champions. São quatro vitórias e um empate na fase de grupos, sendo 16 gols marcados e apenas quatro sofridos, todos do Milan. Por falar na equipe italiana, ela está logo na segunda colocação da chave, com oito pontos. Além da derrota diante do Barcelona, foram duas vitórias e dois empates, sendo um deles contra o surpreendente BATE, na Bielo-Rússia.

Os pequenos têm campanhas tímidas, como se esperava deles antes do início da competição mais importante da Europa. O melhor deles é o Viktoria Plzen, da República Tcheca, que venceu uma vez e empatou outra diante do BATE. Os bielo-russos, por sua vez, apenas arrancaram um empate do Vik e outro do Milan, resultado mais surpreendente da fase de grupos.

Para fechar o Grupo H, nesta terça-feira, às 17h45 (de Brasília), os reservas do Barcelona recebem o BATE Borisov em Camp Nou. Já o Milan, que ainda não definiu se entra com time misto ou não, irá a bela cidade de Pilsen, na República Tcheca, para encarar o Viktoria.

Será que tem Champions, Guardiola?

O jogo contra o BATE Borisov, do brasileiro Renan Bressan, não é visto com qualquer preocupação pelos lados do Barcelona. O técnico Guardiola nem esconde o jogo e garante que o foco do time é no clássico do próximo sábado, contra o Real Madrid, valendo a liderança do Campeonato Espanhol, e também no Mundial de Clubes, em que a equipe só aguarda a definição das semifinais para entrar em campo.’Tivemos mérito de chegar até aqui classificados e não temos a necessidade de usar todos os jogadores nessa última rodada. Não é nenhuma falta de compromisso com o BATE, que mostrou ser uma boa equipe e ter seus talentos individuais. Se fosse contra o Milan também pouparia’, afirmou o técnico Pep Guardiola, sem vergonha de deixar seus principais astros fora do confronto.

Estão ausentes da lista de convocados os seguintes jogadores: Valdés, Daniel Alves, Puyol, Abidal, Mascherano, Keita, Sergio Busquets, Xavi, Iniesta, Cesc Fabregas, Lionel Messi, Alexis Sánchez e David Villa. Dessa forma, alguns deixados de lado no ?time dos sonhos’ devem receber oportunidades, como Isaac Cuenca, Rafinha, Muniesa e Kiko Femenía.

E você, Allegri, já sabe o que fazer?

O técnico do Milan, Massimo Allegri, definiu a lista de relacionados, mas ainda não sabe quem vai a campo diante do Viktoria Plzen em uma partida que vale mais por turismo do que qualquer outra coisa, já que Pilsen é o paraíso das cervejas a apenas 90 km de Praga, capital da República Tcheca.

Titulares como Thiago Silva, Boateng, Zambrotta e Ibrahimovic viajaram com a delegação e participaram, inclusive, de um trabalho forte de finalização, mas devem ficar como opções no banco de reservas, pois Allegri estuda lançar Cristante, Emanuelson, Taiwo e mesmo Innocenti.

A grande novidade é a entrada de Alexandre Pato no time titular. Mesmo com a possibilidade de ser negociado com o Manchester City em troca de Carlitos Tévez, o brasileiro vê a partida como oportunidade de redenção: ‘Não penso em sair agora e já disse que pretendo ficar muitos anos no Milan. Vamos encarar com seriedade essa partida contra o Viktoria Plzen, porque vale três pontos como todas as outras’.