Clique e assine com até 92% de desconto

Renato Abreu elogia companheiros e explica comemoração

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2016, 14h27 - Publicado em 15 jul 2012, 20h08

O meia Renato Abreu tem sido o grande destaque do Flamengo neste Campeonato Brasileiro. No jogo contra o Bahia, neste domingo, a história não foi diferente e o camisa 11 marcou o gol da vitória em um jogo complicado, já que o Rubro-Negro passou boa parte do jogo com um jogador a menos, após expulsão de Luiz Antonio.

‘Essa vitória representa muito, foi na superação. Hoje mais uma vez nos superamos. Ficam pressionando o Joel Santana, mas temos que dar tempo ao tempo. Espero que seja o início de uma virada do Flamengo’, afirmou o capitão do Fla no duelo em Salvador.

E foi justamente a faixa de capitão o centro de uma polêmica durante a partida. Quando se preparava para cobrar o pênalti, o meia Mancini tentou atrapalhar Renato Abreu puxando a tarja. O jogador do Bahia levou o amarelo e levou a resposta do flamenguista na comemoração do gol.

‘Logo depois que fiz o gol e acabei entrando na provocação do Mancini. Acabei jogando a faixa para ele. Quem me desrespeitou primeiro foi ele. Não tem mágoa, uma coisa de provocação da parte dele e da minha também’, explicou.

Ainda sobre a dedicação demonstrada pelos companheiros, Renato Abreu não poupou elogios. ”Mesmo com um jogador a menos jogamos até melhor. Os mais jovens estão de parabéns, souberam administrar a emoção e nos ajudaram muito. Os mais velhos passaram tranquilidade aos garotos’, finalizou.

Continua após a publicidade
Publicidade