Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Recuperados, Castán e Emerson treinam e podem ser novidade

Apesar da derrota no clássico para o Santos, o Corinthians se reapresentou na manhã desta segunda-feira com duas boas notícias para o técnico Tite. O zagueiro Leandro Castán e o atacante Emerson treinaram com o restante do elenco em campo reduzido e podem pintar na equipe que enfrenta o Nacional (Paraguai), na quarta-feira, em partida da segunda rodada da Copa Libertadores.

Castán foi baixa nos últimos três compromissos (além de não atuar na Vila Belmiro, ficou fora diante de Catanduvense e Botafogo) em função de dores na panturrilha esquerda. Se não acusá-las novamente, o camisa 4 será a solução para a zaga titular, já que até então Chicão era o único beque habilitado para o duelo no Pacaembu – Wallace sofreu entorse no tornozelo esquerdo e foi vetado, enquanto Paulo André ainda se recupera de cirurgia no joelho direito.

O ataque também pode ter cara nova frente aos paraguaios. Sem ir a campo desde a estreia do time na Libertadores (diante do Deportivo Táchira, na Venezuela, em 15 de fevereiro), por conta de pubalgia, Emerson mostrou desenvoltura no treinamento desta segunda-feira, dando dribles e até carrinho, e provavelmente voltará a ser relacionado por Tite, até porque Adriano dificilmente estará entre os atletas convocados.

Outro que não enfrenta o Nacional é o lateral Welder, com incômodo no músculo posterior da coxa direita. Naturalmente, porém, a vaga já seria de Alessandro, preservado no domingo para chegar em boas condições na quarta-feira. O titular deixou a atividade com bola mais cedo nesta manhã, levando a mão ao joelho, mas não deve ser problema.

Os jogadores serão liberados para o almoço e retornam ainda nesta tarde ao CT Joaquim Grava, onde ficarão concentrados até o dia da partida. Com um ponto ganho na estreia, o Corinthians vai receber o Nacional às 22 horas (de Brasília) de quarta-feira.