Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Recuperado fisicamente, Pereira luta por vaga no Coxa

Por Da Redação - 6 out 2011, 21h55

Sem poder contar com a revelação Luccas Claro, que serve a seleção brasileira sub-20, o técnico Marcelo Oliveira terá que recompor zaga do Coritiba para a partida diante do Grêmio, neste sábado, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro. Dentre as opções está Pereira, que volta de um intenso trabalho físico e se coloca à disposição para reencontrar seu espaço no grupo.

‘A gente sabe que o Campeonato é longo. Tivemos um ano desgastante e os jogadores, em um certo momento, começam a perder um pouco do condicionamento’, avaliou o defensor, que acredita ter sido vítima desse problema. ‘Aconteceu comigo, vieram algumas lesões e agora a gente fez um trabalho de fortalecimento bacana, o pessoal da fisioterapia também me ajudou bastante e estou à disposição’, explicou.

Boa parte das lesões pode ser explicada por um antigo vilão do futebol brasileiro, o calendário, que impõe verdadeiras maratonas aos atletas, que quando voltam das férias não têm tempo suficiente para buscarem o preparo físico ideal. ‘A gente faz uma pré-temporada curta e começa a se condicionar em meio ao início das competições’, disse o zagueiro.

Pereira quer usar sua experiência para ajudar o time diante do Tricolor Gaúcho, que vem se recuperando na classificação e vai buscar pontos fora de casa. ‘O Grêmio é uma equipe que compete muito, independente aonde joga. Mas em casa a gente tem que fazer o que sempre fazemos. No Couto a gente se impõe, cria muitas chances de gol, ataca bastante e tem o apoio da nossa torcida, que tenho certeza que vamos ter mais uma vez’, concluiu.

Publicidade