Clique e assine com até 92% de desconto

Recuperado de lesão, Wallyson espera que Montillo fique no Cruzeiro

Por Da Redação 27 dez 2011, 13h53

Durante o Campeonato Brasileiro, o atacante Wallyson sofreu uma grave lesão no tornozelo esquerdo e precisou passar por uma cirurgia antes de retornar sem limitações aos gramados. Afastado do Cruzeiro desde agosto para conseguir se recuperar, o jogador finalmente poderá voltar a ser escalado no Estadual e espera que o argentino Montillo esteja ao se lado com a camisa celeste.

Wallyson vinha sendo apontado como um dos grandes destaques da Raposa na competição nacional e sua saída da equipe titular prejudicou muito o rendimento do setor ofensivo do clube mineiro. Apto para começar a pré-temporada com o restante dos atletas, o avançado revelou que está rezando para que Montillo possa permanecer no clube e ajudar o time a recuperar seu prestígio no futebol brasileiro.

‘Espero que o Montillo continue no Cruzeiro. Ele é um cara que sabe, por isso todos os clubes querem contratar ele. É um jogador que sabe que ele resolve os problemas no meio-campo, então estou rezando para ele poder ficar no Cruzeiro e ajudar a gente no ano que vem’, declarou o atacante, em entrevista à Rádio Globo de Minas.

Cobiçado pelo futebol paulista, o argentino teve uma proposta do São Paulo negada pela diretoria cruzeirense e continua sendo o grande sonho de consumo do Corinthians para a disputa da Copa Libertadores. Uma possível transferência do meia sensibilizou Wallyson, que acabou lamentando a saída dos volantes Fabrício e Marquinhos Paraná.

‘São dois jogadores que têm uma história muito bonita dentro do futebol. É complicado falar, porque eles vão fazer falta, mas desejo que sejam felizes pelo trabalho deles. Mas não desejo sorte contra a gente. Espero que eles fiquem fora, no banco, e não entrem, porque jogar contra os dois é muito difícil. Então, é uma pena que não ficaram’, disse o avançado.

Com um elenco recheado de atacantes e com as conversas com o paraguaio Roque Santa Cruz ganhando força nos bastidores do clube, o jovem atleta do Cruzeiro ainda não sabe o que será definido sobre o seu futuro. Seu vínculo com a equipe vai até maio de 2012 e os dirigentes mineiros ainda não entraram em contato com seu empresário para tratar de uma possível renovação.

Continua após a publicidade
Publicidade