Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rebelo se diz satisfeito com obras do Itaquerão e estima isenção em R$ 90 mi

Acompanhado por Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo, e Andrés Sanchez, presidente licenciado do Corinthians, Aldo Rebelo visitou as obras do futuro estádio do clube na manhã desta segunda-feira. O ministro do Esporte se disse satisfeito com o andamento da construção e estimou em R$ 90 milhões a isenção fiscal do empreendimento.

‘Creio que o estádio está à altura do clube, da cidade, do estado e do evento que o Brasil receberá e que terá esse estádio como sede da abertura. O cronograma está absolutamente compatível’, declarou Rebelo.

Sede do jogo de abertura da Copa de 2014, o estádio foi incluído no programa Recopa, um regime especial de tributação para construção, ampliação, reforma ou modernização de estádios de futebol que desonera o beneficiário de impostos como Cofins, IPI, PIS/Pasep e de importação de equipamentos ou contratação de serviços.

Questionado sobre o valor total de isenção fiscal do empreendimento corintiano, Rebelo titubeou. ‘Assinei essa portaria na sexta-feira. Não sei o valor exato, mas acho que alguém da minha assessoria pode precisar’, afirmou o ministro, antes de estimar a cifra de R$ 90 milhões.

O Mineirão (Belo Horizonte), a Arena das Dunas (Natal) e o Maracanã (Rio de Janeiro) também estão incluídos no Recopa. Orçado em R$ 820 milhões, o estádio corintiano ainda ganhará R$ 420 milhões de um outro incentivo fiscal oferecido pela prefeitura e pretende captar o restante através de financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Ao falar da isenção fiscal que o estádio receberá, Rebelo procurou vincular a obra ao desenvolvimento da área. ‘Considero mais como um investimento. O governo federal investe para colocar uma obra dessas de pé porque sabe da importância dela para o desenvolvimento da região, da cidade, do estado e do país’, afirmou.

Antes da entrevista coletiva, iniciada com cerca de 1 hora de atraso, a comitiva assistiu uma apresentação sobre o futuro estádio do Corinthians. Responsável por iniciar o diálogo com a imprensa, Gilberto Kassab também se disse satisfeito com o andamento das obras em Itaquera.

‘Felizmente, estamos muito tranquilos em relação ao cronograma das ações. Existe um cronograma e ele está sendo obedecido. Isso nos dá confiança em relação ao atendimento dos objetivos que temos para a cidade e para o estado’, declarou o prefeito.

Andrés Sanchez, presidente licenciado do Corinthians e atual diretor de seleções da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), acompanhou a entrevista ao lado de Roberto de Andrade, mandatário em exercício do clube. Gilmar Tadeu, secretário especial de articulação para a Copa do município de São Paulo, e o deputado Vicente Cândido, relator da Lei Geral da Copa, também marcaram presença.