Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Real Madrid x Barcelona farão 4 superclássicos em 18 dias

Saiba o que está em jogo nas quatro partidas - a primeira acontece no sábado

Por Da Redação 14 abr 2011, 08h36

Numa temporada comum, Real Madrid e Barcelona costumam se enfrentar apenas duas vezes por ano – nos jogos do primeiro e segundo turno do Campeonato Espanhol, com uma partida em Madri e outra na Catalunha. Em 2011, porém, os dois clubes mais ricos e poderosos do planeta ficarão frente a frente em cinco ocasiões. As quatro primeiras acontecerão dentro de um intervalo de apenas dezoito dias – e, em jogo, está muito mais do que apenas o título de campeão espanhol. No último encontro, em novembro, o Barça humilhou o Real, goleando o arquirrival por 5 a 0. Agora, os merengues querem dar o troco. A seguir, saiba como serão esses confrontos:

Campeonato Espanhol

16 de abril, sábado, às 16h30 (horario de Brasília), no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri

A competição funciona no sistema de pontos corridos, mas a partida de Madri é, na prática, a final do campeonato. O Barça chega à capital espanhola com 84 pontos e uma vantagem de oito em relação ao Real. Se vencer, abrirá onze pontos – e, como restarão apenas dezoito pontos em disputa até a última rodada, a conquista do tricampeonato estará praticamente garantida. Para o Real, é a única chance de impedir um novo título do adversário. Baixando a diferença para cinco pontos, ainda será possível sonhar com a taça. E a chance de vitória do Real é considerável: os catalães têm vários desfalques na defesa e jogarão sob pressão, na casa do adversário. Na última ocasião em que o Barça visitou o Bernabéu, em abril do ano passado, a torcida contra não fez diferença: os visitantes venceram por 2 a 0, gols de Messi e Pedro.

Liga dos Campeões

27 de abril, quarta-feira, às 15h45 (horário de Brasília), no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri

Continua após a publicidade

3 de maio, terça-feira, às 15h45 (horário de Brasília), no Estádio Camp Nou, em Barcelona

Para muitos, uma final antecipada do principal torneio de clubes do planeta, grande obsessão das principais equipes da Europa. O Real é o recordista em conquistas da Liga dos Campeões, com nove taças, incluindo a da primeira edição, disputada na temporada 1955-1956. O Barça tem três troféus, mas conquistou dois deles nos últimos cinco anos. Já o Real vive um jejum de quase uma década – a última conquista de Liga aconteceu em 2002, com Zidane como grande destaque. Curiosamente, foi justamente em 2002 que Real e Barça se encontraram pela última vez numa Liga dos Campeões, justamente na semifinal. No primeiro jogo, empate em 1 a 1. No segundo, o Real marcou 2 a 0 em pleno Camp Nou e garantiu a vaga na decisão. Mais uma vez, o Barça decidirá a classificação em seu estádio – mas, desta vez, espera um desfecho diferente.

Copa do Rei

20 de abril, quarta-feira, às 16h30 (horário de Brasília), no Estádio Mestalla, em Valência

A finalíssima da segunda principal competição do futebol espanhol reúne os arquirrivais depois de um intervalo de mais de duas décadas. Na última vez que decidiram a Copa do Rei, em 1990 – assim como neste ano, na cidade de Valência, em campo neutro -, o Barça bateu o Real por 2 a 0. Se no Campeonato Espanhol o Real é o recordista em número de títulos, com 31 conquistas (contra 20 do rival), na Copa do Rei o domínio é do Barça, dono de 25 taças contra 17 de seus maiores adversários. O histórico no torneio é incômodo para o Real e tem um gostinho especial para o Barça. Os catalães são os grandes campeões de um troféu que homenageia a família real, que costuma ser identificada justamente com o time da capital. O Real, aliás, foi clube responsável pela criação do torneio, em 1902, para comemorar a coroação do rei Afonso XIII.

Continua após a publicidade
Publicidade