Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Real Madrid toma sufoco no fim, mas bate Valencia e segue na ponta

Por Da Redação 19 nov 2011, 20h10

Mesmo com a condição de visitante, o Real Madrid manteve a toada e, neste sábado, superou o Valencia por 3 a 2. Desta forma, os merengues, que sofreram um sufoco nos minutos finais, continuaram na liderança isolada do Campeonato Espanhol.

Antes de seu compromisso, o Real sabia que o Barcelona havia goleado horas antes o Zaragoza por 4 a 0. Tal resultado ‘obrigou’ o time de Madri a não tropeçar no Estádio Mestalla, em Valencia. E a pressão não surtiu efeito. Pelo menos, no início. Logo aos 19 minutos, o atacante francês Benzema aproveitou falha da zaga rival e inaugurou o placar.

A partir daí, o jogo ficou ainda mais parelho. Os Morcegos, atuais terceiros colocados da Liga, não se intimidaram e encararam de igual para igual os comandantes do técnico José Mourinho. Mas, apesar da postura dos donos da casa, foi o Real Madrid que ampliou e deu início a um final emocionante. Na marca dos 26 minutos, o zagueiro Sergio Ramos escorou de cabeça: 2 a 0.

Três minutos depois, a reação. O atacante Soldado marcou contra sua ex-equipe e deixou os anfitriões no jogo. A alegria da torcida local, porém, parou aos 32, quando o astro Cristiano Ronaldo venceu o goleiro brasileiro Diego Alves e deixou 3 a 1.

Mas, perto dos 40, o oportunista Soldado aproveitou cochilo da defesa madridista e descontou mais uma vez. O tento animou os donos da casa, que partiram para cima em busca da igualdade. Mas o Real segurou as pontas e, com o triunfo consumado, a vantagem de três pontos (31 a 28) para o vice-líder Barcelona.

No domingo, o Espanhol prosseguirá com mais seis confrontos. Destaque para a sensação Levante, que visitará o Atlético de Madrid às 17h (de Brasília).

Continua após a publicidade

Publicidade