Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Real Madrid, com time misto, vence o Barcelona de novo

Por Da Redação 2 mar 2013, 14h47

O Real Madrid, mesmo com uma equipe repleta de reservas, derrotou neste sábado o Barcelona por 2 a 1, no Santiago Bernabéu, pelo Campeonato Espanhol. Foi a segunda vitória do Real sobre o Barcelona nesta semana – na terça-feira venceu por 3 a 1, pela Copa do Rei. Desde o 5 a 0 de 2010, o Barcelona venceu apenas cinco das 16 partidas entre as equipes. O Real não perde para o rival há cinco jogos – a última derrota aconteceu na partida de ida da Supercopa da Espanha desta temporada.

Neste sábado, o Barcelona tinha tudo para vencer, já que enfrentava um adversário com foco voltado para o confronto diante do Manchester United, nesta terça, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Por isso, o técnico José Mourinho levou a campo um time misto, deixando Cristiano Ronaldo no banco e escalando Kaká como titular.

Leia também:

Kaká, titular contra o Barcelona: a ‘última chance’ em Madri

Real faz 3 a 1, elimina Barcelona e decide a Copa do Rei

O resultado, no entanto, pouco representa na briga pelo título do Espanhol: o Barcelona segue disparado na liderança, com 68 pontos – o Atlético de Madrid é o segundo, com 56. O Real aparece na terceira colocação e diminuiu para 13 pontos a diferença do time catalão.

Continua após a publicidade

Jogo – O Real precisou de apenas cinco minutos para abrir o placar com Benzema: Morata fez boa jogada pela esquerda, passou com facilidade pelo brasileiro Daniel Alves e cruzou para o atacante francês, que só tocou para o gol. Em seguida, 12 minutos depois, Daniel Alves fez bom lançamento para Messi, que invadiu a área, cortou Sergio Ramos e bateu no contrapé de Diego López.

Depois, as duas equipes reduziram o ritmo e a partida ficou muito disputada no meio de campo. O segundo tempo começou como terminou o primeiro. Mesmo com muito mais posse de bola, que chegou a ser de 71% na etapa inicial, o Barcelona tinha dificuldades para entrar na defesa adversária e já não apresentava a mesma velocidade no toque de bola e na movimentação.

De tanto insistir, o Real chegou ao segundo gol aos 36 minutos: Modric bateu escanteio e Sergio Ramos cabeceou firme e marcou.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade