Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rapidinhas do Corinthians: Alessandro sai em defesa de ex-companheiros

Vamos com calma!: O lateral direito Alessandro deu uma palavra de apoio ao lateral esquerdo André Santos, seu antigo companheiro de Corinthians que teve uma falha terrível no amistoso da seleção brasileira contra a Alemanha. ‘Foi apenas um deslize, ele é excelente, não pode ser crucificado’, comentou.

Mais apoio: A mesma postura de Alessandro foi observada na análise do trabalho do ex-chefe, Mano Menezes, na time pentacampeão mundial. ‘Pressão é normal sobre o Mano, principalmente se você demora a conquistar resultados. Mas é momento de reformulação, precisa ter calma com as opções. Não pode ser só nas costas do treinador, os atletas também têm parcela na culpa’, avisou.

Reapresentação: Se não houver atrasos no voo da Alemanha ao Brasil, o Corinthians informou que aguarda a presença do volante Ralf no treino da tarde desta sexta-feira. O jogador defendeu a seleção brasileira diante dos alemães.

Promessa de casa cheia: Apesar do empate sem gols contra o Santos, a torcida do Corinthians apresenta grande interesse pelo jogo do final de semana contra o Ceará, no Pacaembu. Até o início da noite desta quinta-feira, já haviam sido vendidos, de forma antecipada, 16 mil bilhetes.

É o costume: Ao falar do clássico contra o Santos, Alessandro cometeu um deslize: citou que o time da Vila Belmiro apresentava bons jogadores mesmo sem a presença de Paulo Henrique Ganso e Robinho (na verdade, o lateral quis dizer o nome Neymar). ‘Eu falei Robinho? Será que fiquei bravo por causa do jogo da seleção?’, disse o camisa 2, sem perder o bom humor.