Clique e assine a partir de 9,90/mês

Rangers inicia trâmites para declarar moratória

Por Da Redação - 13 fev 2012, 19h24

Londres, 13 fev (EFE).- O clube escocês Rangers iniciou nesta segunda-feira os trâmites legais para declarar moratória diante do Tribunal Civil Supremo da Escócia, o que poderia penalizar o clube com a perda imediata de dez pontos no Campeonato Escocês.

O campeão nacional entregou a documentação legal no tribunal de Edimburgo e com ela notificou formalmente a impossibilidade para fazer frente às dívidas com o atual proprietário, Craig Whyte.

A moratória significa que o clube passará a ser administrado por um administrador externo, cuja identidade deverá ser revelada em um prazo de cinco dias a partir desta segunda.

A equipe mais vitoriosa da Escócia está à espera de uma decisão judicial, que caso seja contrária, lhe acarretaria um custo de aproximadamente 60 milhões de euros.

Continua após a publicidade

Neste sentido, Whyte já havia advertido há poucos dias que esse gasto obrigaria o clube de Glasgow a se declarar em moratória.

Um porta-voz da liga escocesa afirmou nesta segunda que ainda não recebeu confirmação oficial sobre a situação do Rangers, mas lembrou que ‘no mesmo momento em que entrar tecnicamente em moratória’, serão descontados dez pontos do clube, que também não poderá inscrever novos jogadores.

A penalização colocaria o Rangers 14 pontos atrás do Celtic, seu maior rival e atual líder do Escocês. EFE

Publicidade