Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rafael Sobis poderá recuperar vaga no ataque do Flu contra o Boca

Depois de marcar três gols em duas partidas da Taça Rio, o atacante Rafael Sobis espera recuperar sua vaga no ataque do Fluminense já na partida desta quarta-feira, diante do Boca Juniors, em Buenos Aires, pela segunda rodada da Copa Libertadores. O jogador havia perdido a posição para Wellington Nem e não disputou a final da Taça Guanabara diante do Vasco.

Ao não comemorar o gol marcado na derrota para o Resende, na abertura da Taça Rio, Sobis passou a impressão de que estava magoado com o veto no time titular. Por isso, o jogador fez questão de comemorar os dois tentos assinados na vitória no jogo de sábado, sobre o Nova Iguaçu.

‘Uma hora a imprensa fala que não faço gol, outra hora que não comemoro. Eu só quero ajudar a equipe’, disse o incomodado atacante tricolor.

Abel acha que a experiência de Rafael Sobis pode ser importante numa partida difícil como deve ser o confronto diante dos portenhos, mas em princípio, Wellington Nem seguirá formando dupla com Fred, desde que esteja inteiramente recuperado do problema no tornozelo direito.

O técnico tricolor já está pensando no esquema que adotará na Bombonera mas decidiu que o Fluminense continuará ofensivo. ‘Não podemos é ficar apenas nos defendendo. Temos que jogar de igual para igual. O Fluminense vai entrar pra ganhar. Não posso me encolher diante de um time como o Boca em seu estádio. Seria suicídio.’

No treinamento realizado na manhã desta segunda-feira, no campo das Laranjeiras, Abel armou o time reserva com o mesmo esquema utilizado pelo Boca. Os suplentes atuaram em uma formação 4-3-1-2, com o meia Lanzini jogador como se fosse Riquelme, o armador da equipe argentina. Jean e Edinho foram os volantes encarregados da marcação, enquanto Wágner flutuava entre defesa e ataque. Os atacantes Rafael Moura e Rafael Sobis ocuparam as posições normalmente utilizadas por Santiago Silva e Cvitanich.

O time reserva foi orientado por Abel a marcar a saída de bola da defesa, exatamente como costuma fazer o Boca. Mesmo enfrentando todas as dificuldades, o time titular treinou com desenvoltura e venceu por 2 a 0, gols de Fred e Thiago Neves. Depois do coletivo, Abel dirigiu um treinamento de jogadas de bola parada.

O meia Deco e o volante Diguinho, que foram substituídos na partida diante do Nova Iguaçu, não possuem problemas para a partida em Buenos Aires. Deco foi apenas poupado, ao mesmo tempo em que Diguinho sentiu um desconforto muscular na coxa. Mesmo assim, o volante já treinou normalmente e foi considerado apto para viajar e jogar.