Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rafael Silva vai à final do judô. Maria Suelen briga pelo bronze.

A seleção brasileira de judô comprovou o ótimo status no continente americano e garantiu pelo menos uma vaga na final do torneio de judô. Rafael Silva, da categoria acima de 100kg, venceu a semifinal e garantiu pelo menos a prata. Maria Suellen Altheman, que também foi à semi, perdeu e caiu para a repescagem, onde brigará por uma medalha de bronze. Luciano Correa, da categoria até 100kg, ainda disputa vaga na final.

O primeiro a garantir vaga na semi foi Rafael, que ingressou direto nas quartas de final e passou pelo norte-americano Anthony James Turner Jr. ao vencer por um yuko e garantir sua passagem à semifinal. Depois, ele enfrentou o mexicano Ramon Enrique Flores, e enfrentou a falta de combatividade do adversário para passar à final por ippon provocado por quatro punições ao adversário.

A mesma situação se repetiu com Maria Suelen (acima de 78kg), que também estreou nas quartas, e com um yuko – pontuação mínima – venceu a venezuelana Giovanna Blanco, garantindo vaga na semifinal. Na próxima luta, ela enfrentou Melissa Mojica, de Porto Rico, e perdeu por imobilização logo no começo da luta. Com o resultado, ela brigará pelo bronze na repescagem.

O caminho mais difícil foi de Luciano Correa, da categoria até 100kg. Ele ingressou nas oitavas de final, onde passou pelo portorriquenho Carlos Santiago por um ippon provocado por quatro punições ao rival, por falta de combatividade. Nas quartas, ele enfrentou o norte-americano Kyle Vashkulat, e também por ippon, passou à semifinal, onde pega outro mexicano, Sergio Garcia, na briga por vaga na final.

As medalhas das três categorias serão decididas ainda nesta quarta-feira. O Brasil tem pelo menos uma prata garantida, e ainda briga por pelo menos dois bronzes – isso se Luciano perder sua luta na semifinal – caso ganhe, brigará pelo ouro.