Clique e assine com 88% de desconto

Rafael mantém cautela sobre as chances de ir a Londres

Por Da Redação - 10 jun 2012, 09h50

Por Mateus Silva Alves

Nova Jersey – Rafael fez a sua estreia na seleção brasileira no amistoso contra os Estados Unidos, há 10 dias, e jogou também contra o México e a Argentina. Apesar de ter sofrido sete gols nestes três jogos, o goleiro do Santos não cometeu nenhuma falha grave e ainda fez várias excelentes defesas, além de ter passado segurança ao time de Mano Menezes.

Ainda assim, ele não acredita que está garantido nos Jogos Olímpicos de Londres, muito menos acha que será o titular do Brasil no torneio. “É muito difícil falar sobre isso”, respondeu o jogador quando lhe perguntaram se ele se considera já garantido na Olimpíada. “O que eu preciso agora é fazer um bom trabalho no meu clube para voltar a ser chamado para a seleção”.

Assim como na final do Mundial de Clubes da Fifa do ano passado, em que o Santos foi goleado pelo Barcelona por 4 a 0, neste sábado Rafael foi vítima da genialidade de Lionel Messi, que marcou dois gols em Yokohama e três em Nova Jersey. Só restou ao goleiro se render ao talento do argentino. “De quatro chances que teve no jogo, ele aproveitou três. É um jogador que tem uma finalização muito boa”.

Publicidade