Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Raça Rubro Negra cobra ‘medalhões’ e diretoria em comunicado

O clima no Flamengo está cada vez pior. No final da tarde desta quarta-feira, a torcida Raça Rubro Negra divulgou em seu site oficial um comunicado em que cobra uma nova postura da diretoria e dos ‘medalhões’ do elenco.

O texto, assinado pelo presidente da torcida, Anderson Macula, começa criticando a gestão da presidente Patrícia Amorim e seus diretores, ‘perdida e incapaz de atuar com a grandeza que o clube precisa e merece’.

‘É inconcebível e inacreditável ver o time de maior torcida do país, com a maior receita de transmissão de TV e que tem uma estrela no elenco, sem patrocínio, sem efetivas ações de marketing e, principalmente, sem planejamento. Falta comando, atitude e respeito com os torcedores e principalmente com as tradições do clube’, continua.

Depois, o comunicado ataca os ‘medalhões’ rubro-negros, sem fazer menção a nenhum jogador especificamente. ‘Atletas que chegaram ao clube, não têm raízes rubro-negras e só estão interessados em deixar o bolso cheio de dinheiro’ é como Anderson se refere às estrelas da equipe. Ele promete que a torcida ‘não vai tolerar mais qualquer tipo de corpo mole ou atitude que venha prejudicar o nome do Flamengo, por puro interesse individual e financeiro’.

‘A Raça vai agir de forma a garantir que quem vestir o Manto (sic) vai ter que suar até o final para honrar as cores do clube’, alerta.

O técnico Vanderlei Luxemburgo é mencionado apenas uma vez ao longo do texto, em passagem na qual o líder da torcida pede que sejam dadas mais chances aos jogadores vindos da base. ‘Eles, sim, conhecem o clube, valorizam a instituição e defendem as cores do nosso Flamengo. Eles, sim, terão o nosso apoio irrestrito e paciência a todo instante.’