Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Quenianos vencem a São Silvestre. Giovani dos Santos chega em 4º

No feminino, Nancy Kipron chegou em primeiro e, no masculino, Edwin Kipsang

Os quenianos Nancy Kipron e Edwin Kipsang venceram nesta terça-feira pela manhã a 89ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre. Pela segunda vez com largada no período da manhã e novamente com chegada na Avenida Paulista, a prova de rua mais tradicional da América Latina teve ainda o recorde de participantes: mais de 27.500 inscritos, de 41 países. O brasileiro Giovani dos Santos chegou em quarto e a melhor brasileira foi Sueli Pereira, com a sexta colocação.

Leia também:

Giovani diz que está cada vez mais próximo de vitória Melhor brasileira na São Silvestre pede mais treinos

Campeão em 2012, Kipsang venceu nesta terça com o tempo de 43min48s (extra-oficial). Mark Korir e Stanley Koech completaram o trio de quenianos, seguidos por Giovani dos Santos. O pódio da São Silvestre foi completado pelo marroquino Abderrahime.

Nos primeiros quilômetros da corrida, alguns brasileiros se revezaram na primeira colocação, como Carlos Santos, Ederson Pereira e Wellington Silva. Com tranquilidade, os maiores favoritos compuseram um pelotão e passaram a dosar o ritmo de corrida.

Principal esperança do Brasil na prova, Giovani dos Santos procurou se manter entre os africanos. Nas imediações do oitavo quilômetro, ele era acompanhado por Kipsang, Mark Korir e Stanley Koech, além do etíope Fidaku Dinbushe.Kipsang superou os dois compatriotas e subiu a Brigadeiro Luís Antônio sozinho na primeira colocação.

Leia também:

Queniano bicampeão diz que São Silvestre de 2013 foi mais fácil São Silvestre chega a quase nove décadas com recorde de atletas

Feminino – Nancy se desgarrou das concorrentes por volta do décimo quilômetro. Pouco antes disso, ela vinha polarizando a disputa com Sara Makera, da Tanzânia, que acabou ficando para trás. No início da subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, já estava claro que a tal barreira seria finalmente superada.

A atleta número cinco completou o percurso em 51min59. A campeã, que treina em Nova Santa Bárbara, no interior do Paraná, já havia sido a primeira colocada em outras provas relevantes do Brasil, como a Volta da Pampulha e a Meia Maratona do Rio de Janeiro. Faltava um triunfo na São Silvestre, corrida na qual ela chegou a chorar em 2011. No ano passado, ela foi só a sétima colocada.

O último brasileiro a vencer a São Silvestre foi Marílson Gomes dos Santos, em 2010.

(Com agência Gazeta Press)