Clique e assine com até 92% de desconto

Queniano e etíope batem recordes da Maratona de Paris

Por Da Redação 15 abr 2012, 11h18

Por AE-AP

Paris – O queniano Stanley Biwott e a etíope Beyene Tirfi superaram o frio e o vento contrário neste domingo e venceram a Maratona de Paris. E os triunfos das versões masculina e feminina, respectivamente, da prova francesa foram obtidas com tempo recorde.

Biwott venceu em 2h05min11, superando em 36 segundos o recorde anterior, estabelecido pelo seu compatriota Vincent Kipruto em 2009. O queniano assumiu a liderança depois de cerca de 30 quilômetros e venceu com vantagem confortável para dois etíopes. Raji Assefa ficou em segundo lugar, com um novo recorde pessoal (2h06min23), seguido por Sisay Jisa (2h06min26).

“Eu percebi no início da corrida que o ritmo estava muito rápido”, disse Biwott, que

registrou o sexto melhor tempo do ano. “Então eu disse a mim mesmo que se eu pudesse

manter essa velocidade, eu poderia ganhar a corrida, porque ninguém seria capaz de me seguir”.

Tirfi, que ficou na terceira posição em 2010, dominou a prova feminina e venceu com o tempo de 2h21mi39, superando a marca da etíope Astede Bayisa, que registrou 2h22min02 há dois anos. A turca Sultan Haydar ficou em segundo lugar e bateu o recorde nacional, com a marca de 2h25min07. Já a também etíope Makda Harun terminou na terceira posição (2h26min46).

Continua após a publicidade
Publicidade