Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Quênia deixa recordista da maratona fora da Olimpíada

Por Da Redação 25 abr 2012, 10h37

Por AE

Nairóbi – Uma das principais potências da maratona, o Quênia anunciou nesta quarta-feira os atletas que representarão o país na tradicional prova na Olimpíada de Londres. E o país decidiu deixar Patrick Makau, atual recordista mundial da maratona, fora da versão masculina da disputa.

Assim, os representantes masculinos do Quênia na maratona olímpica serão Abel Kirui, duas vezes campeão mundial da prova, Wilson Kiplagat, que venceu a Maratona de Londres no último fim de semana, e Moses Mosop, que ganhou a Maratona de Chicago no ano passado.

“Nós selecionamos os atletas com base em suas performances individuais após as maratonas importantes que participaram nesta temporada, com muita ênfase na experiência”, explicou Isaiah Kiplagat, presidente da Federação de Atletismo do Quênia.

A escolha de Mosop foi a mais surpreendente, já que o seu melhor resultado recente foi o terceiro lugar na Maratona de Roterdã. A opção deixou de fora Makau, que no ano passado bateu o recorde mundial ao conquistar o bicampeonato da Maratona de Berlim com o tempo de 2h03min38. Outro atleta consagrado descartado foi Geoffrey Mutai, que foi campeão em Boston e Nova York em 2011.

O Quênia venceu a versão masculina da maratona nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, com Samuel Wanjiru. O atleta, porém, morreu em maio de 2011, depois de cair do terraço da sua casa em suposto caso de suicídio, de acordo com a polícia, após uma discussão com a sua esposa.

Entre as mulheres, o Quênia será representado na maratona na Olimpíada por Mary Keitany, Edna Kiplagat e Priscah Jeptoo, que ficaram, em ordem, nas três primeiras colocações da última edição da Maratona de Londres.

Keitany é a atual bicampeã da prova inglesa, Kiplagat foi campeã mundial no ano passado e Jeptoo foi vice-campeã mundial, além de ter vencido a última edição da São Silvestre.

Continua após a publicidade

Publicidade