Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Quatro times tentam tirar Cristiano Ronaldo do Real Madrid

Manchester United, Manchester City, PSG e Monaco estão de olho no português

Cristiano Ronaldo não gostou de ter ficado sem ofertas de renovação nos últimos quatro anos. Também incomodou o português o esforço do Real em tentar atrair Neymar

O contrato de Cristiano Ronaldo com o Real Madrid vai até 2015, mas o português não está garantido no elenco do clube espanhol para a próxima temporada. Enquanto o craque segue em fase de negociação para renovar seu vínculo com o Real, quatro equipes seguem as negociações e aguardam uma brecha para fazer uma proposta pelo jogador. Conforme reportagem publicada pelo jornal espanhol As nesta quinta-feira, Manchester United, Manchester City e Paris Saint-Germain já acompanhavam a situação, e agora o Monaco também está pronto para fazer uma oferta a Cristiano. As quatro equipes esperam que o atacante não renove o contrato. Caso isso aconteça, todos estão dispostos a oferecer cerca de 60 milhões de euros (quase 170 milhões de reais) pelo jogador. As ofertas salariais também são parecidas: cerca de 23 de milhões de euros por ano, ou quase 65 milhões de reais anuais. O português seria, assim, o jogador mais bem pago do mundo. A oferta do Real Madrid, por enquanto, é mais baixa: 15 milhões de euros anuais.

Leia também:

Cristiano Ronaldo ‘acha que sabe tudo’, diz José Mourinho

Neymar: ‘Ronaldo e Kaká queriam que eu fosse para o Real’

De acordo com o As, o atacante não tem mostrado muito interesse na renovação. Cristiano Ronaldo não gostou de ter ficado sem ofertas de renovação nos últimos quatro anos. Também incomodou o português o esforço do Real em tentar atrair Neymar e evitar que o brasileiro fechasse com o Barcelona. Contratado em 2009 por 94 milhões de euros, um recorde histórico, o jogador foi artilheiro da Liga dos Campeões neste ano, com doze gols. O português não é a única peça cara dentro dos planos para a próxima temporada. De acordo com o jornal francês L’Equipe, o clube espanhol já sabe quanto precisará gastar para tirar o técnico italiano Carlo Ancelotti do PSG. O clube francês exige 4 milhões de euros como compensação pela perda do treinador, que tem mais um ano de contrato. Outro alvo do Real é o atacante Lewandowski, do Borussia Dortmund. E, conforme publicou o jornal alemão Bild, nesta quinta-feira, o clube alemão já fixou preço para vender o atleta polonês: 30 milhões de euros. Além do Real, o Manchester United e o Chelsea também têm interesse no atleta, mas o Bayern de Munique é visto como favorito na briga pelo polonês.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com agência Gazeta Press)