Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PSG muda escudo para se tornar mais ‘internacional’

Desenho dá mais ênfase â ligação do clube com a capital francesa

O Paris-Saint-Germain apresentou nesta sexta-feira seu novo escudo, que apresenta mudanças no tom azul, mais claro que o anterior, e tem o objetivo de reforçar a associação com a cidade de Paris – que ganha um destaque maior no novo desenho. Uma versão estilizada da Torre Eiffel e uma flor-de-lis estão no centro da logomarca, que não tem mais o pequeno berço, símbolo do rei Luis XIV, o Rei Sol, e o ano de fundação do clube, 1970. O desenho só passará a fazer parte do uniforme na próxima temporada, a partir de julho.

Leia também:

Leia também: Nike evita condenar Pistorius – mas suspende seu contrato

David Beckham mostra sua nova camisa após ser apresentado como novo jogador do PSG David Beckham mostra sua nova camisa após ser apresentado como novo jogador do PSG

David Beckham mostra sua nova camisa após ser apresentado como novo jogador do PSG (/)

“A evolução do escudo do Paris Saint-Germain marca uma etapa importante para mostrar nossa ambição: fazer do clube uma das grandes marcas mundiais do esporte. O novo logotipo expressa o posicionamento do clube em torno do legado de excelência de Paris e seus dois valores universais: ética e estética. A cidade da luz, ícone incontestável no mundo, constitui uma alavanca excepcional para impulsionar o nome do Paris Saint-Germain”, declarou o xeque Nasser Al-Khelaifi, dono e presidente do clube.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Desde que assumiu o comando do PSG, o xeque investiu pesado para colocar o clube no grupo dos grandes do futebol mundial, contratando estrelas como o atacante sueco Ibrahimovic e os brasileiros Thiago Silva, Alex e Lucas, este último desde janeiro integrado ao elenco, além do inglês David Backham. Em campo, porém, o time ainda busca os resultados do investimento: perdeu o título francês do ano passado para o Montpellier e neste ano lidera a disputa, mas numa briga equilibrada com Lyon e Olympique de Marselha, clubes de orçamentos bem mais modestos. Na Liga dos Campeões, a situação é mais confortável: o PSG venceu o Valencia por 2 a 1 fora de casa, no jogo de ida das oitavas de final, e joga por um empate simples em Paris, no dia 6, para ficar entre os oito melhores da Europa.

(Com Gazeta Press)