Clique e assine com 88% de desconto

Prost sobre documentário Senna: ‘Não vi e não quero ver’

Ex-piloto francês diz que o filme o retrata como um vilão na vida de Ayrton

Por Da Redação - Atualizado em 19 jul 2016, 14h25 - Publicado em 27 fev 2012, 17h01

O premiado documentário Senna – O Brasileiro, O Herói, O Campeão, que conta a história do brasileiro tricampeão mundial Ayrton Senna, não agradou ao ex-piloto Alain Prost. Segundo o francês, apesar de não ter visto o filme, a forma com que foi retratado pela produção britânica não o agradou. “Não vi e não quero ver”, disse em entrevista ao site F1 News. Prost foi o maior rival de Senna dentro das pistas, inclusive quando eram companheiros de McLaren, e acredita ter sido mostrado como um vilão na vida de Ayrton, principalmente por causa da desclassificação de Senna no GP do Japão de 1989, que lhe garantiu o terceiro título mundial.

Leia também:

Crítica: Viver para vencer

Acervo digital: Ayrton Senna: ídolo brasileiro e mito da Fórmula 1

Publicidade

‘Senna’ ganha prêmio de melhor documentário da Academia Britânica

Naquela corrida, ele tocou no carro de Senna, na pista de Suzuka, e o brasileiro continuou na prova após contornar uma chicane, enquanto Prost abandonou ali mesmo. Senna venceu a prova, mas foi desclassificado por “pegar um atalho” irregular. Prost foi declarado tricampeão. “Definitivamente não concordo com a forma como fizeram o filme. Gastei muito tempo tentando explicar que estão errados”, disse Prost.

Apesar das brigas em que se meteu com Ayrton, Prost elogiou Bruno Senna, titular da Williams em 2012. “Bruno é um grande cara e eu falo isso com sinceridade. Não posso julgar sua habilidade como piloto porque é prematuro falar sobre isso, mas ele é uma boa pessoa.”

(Com agência Gazeta Press)

Publicidade