Clique e assine a partir de 8,90/mês

Promessa da NBA se lesiona e ficará fora das quadras por até oito semanas

A estreia do ala-pivô Zion Williamson na temporada regular da liga americana de basquete vai demorar mais do que o esperado inicialmente

Por Alexandre Salvador - 22 out 2019, 13h08

A estreia mais aguardada da nova temporada da NBA que se inicia era, definitivamente, a do ala-pivô Zion Williamson, do New Orleans Pelicans. O primeiro jogador a ser escolhido no último “draft”, como é chamado o recrutamento de atletas recém saídos do basquete universitário, chega a liga americana envolto por um enorme potencial, sendo comparado inclusive a uma das grandes estrelas da atualidade: LeBron James. A exibição inaugural de Zion, porém, terá que esperar: nesta segunda-feira, o Pelicans anunciou que o nome mais badalado de seu elenco passou por uma cirurgia e ficará fora das quadras por até dois meses.

Zion se lesionou em uma partida de pré-temporada realizada no domingo 13, contra o San Antonio Spurs. O jogador já havia ficado de fora da equipe que enfrentou o New York Knicks na última sexta 18. Foi somente no início desta semana, porém, que o corpo médico de seu time confirmou a gravidade da lesão: o ala-pivô de 19 anos fez uma artroscopia para recuperar o rompimento do menisco de seu joelho direito. O prognóstico apontado pelos médicos é de a sua recuperação leve de seis a oito semanas.

Mesmo que volte a jogar após o prazo mínimo, o jovem atleta deve perder as primeiras 20 partidas do Pelicans na temporada – cada equipe da NBA disputa mais de 80 jogos até que sejam definidos os classificados para os Playoffs. Apesar do baque, é provável que Zion retorne ao time antes do fim de 2019. Nas quatro partidas de pré-temporada em que atuou, o ala-pivô teve impressionantes médias de 23,3 pontos e 6,5 rebotes por jogo.

Publicidade