Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Projeto Fórmula Indy deve render cerca de US$ 12 milhões em negócios

O Projeto Fórmula Indy, plataforma de geração de negócios desenvolvida pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), irá começar suas ações para a temporada 2012 na corrida de Saint Petersburg, nos Estados Unidos, neste final de semana. Haverá um encontro de empresas brasileiras com 20 potenciais compradores estrangeiros e a estimativa aponta cerca de US$ 12 milhões em negócios.

Serão 14 empresas do Brasil, que englobam setores como alimentos, bebidas e agronegócios, casa e construção civil, serviços, moda e máquinas e equipamentos. Também estarão presentes na corrida representantes da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), da Associação Brasileira de Franchising (ABF) e do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

A etapa da Flórida vai explorar o setor alimentício do Brasil. Os 70 convidados irão degustar produtos nacionais, como cafés, frutas e arroz, além de bebidas típicas brasileiras.

Os próximos lugares no calendário do projeto serão o Alabama, dia 31 de março e primeiro de abril, e Long Beach, dias 14 e 15 de abril. Em 2012, o Projeto Fórmula Indy promoverá ações promocionais nas 16 provas da categoria, sendo 12 nos Estados Unidos, duas no Canadá e uma na China, além da corrida nas ruas de São Paulo.

‘O empresário norte-americano preza muito o relacionamento. O que nós oferecemos com as ações do Projeto Fórmula Indy é a oportunidade de, durante as corridas, as empresas brasileiras aprofundarem a relação de confiança que têm com seus potenciais clientes estrangeiros, o que encurta o tempo necessário para a concretização de negócios’, comentou o presidente da Apex-Brasil, Mauricio Borges.

O Brasil também irá reforçar a ideia de energia renovável por meio do fornecimento do etanol de cana-de-açúcar como combustível para os carros da Fórmula Indy.