Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Procurador denuncia Altético-PR, Vasco, federações e juiz

Os dois clubes podem ser multados e perder até 20 mandos de campo

Por Da Redação 9 dez 2013, 20h10

O procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, ofereceu denúncia contra o Atlético-PR, o Vasco, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro e as federações do Paraná e de Santa Catarina por causa da pancadaria nas arquibancadas da Arena Joinville, no domingo.

Atlético Paranaense e Vasco podem perder até 20 mandos de campo – com portões fechados – e receber multas que, somadas, chegam a 200.000 reais, para o clube carioca, e 400.000 reais, para os paranaenses – o Atlético é reincidente: o time disputou o jogo contra o Vasco em Joinville justamente para cumprir pena imposta pelo tribunal.

Leia também:

Dois torcedores recebem alta do hospital após briga em SC

Continua após a publicidade

Fifa critica a selvageria no Brasil – e Dilma quer maior rigor

Selvageria em SC choca até Argentina, campeã em brigas

O árbitro Ricardo Marques Ribeiro pode ser suspenso por até 90 dias porque, segundo o procurador, não poderia ter iniciado a partida sem condições de segurança para atletas e público. Além disso, Ribeiro descumpriu o prazo máximo de 60 minutos para o reinício do jogo – que ficou paralisado por 73 minutos.

A Federação de Futebol de Santa Catarina e do Paraná também podem ser multadas em até 100.000 reais cada uma, por não terem garantido a segurança na Arena Joinville, que também foi incluída na denúncia e pode ser interditada. A acusação deve ser examinada na próxima semana.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade