Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Presidente torce por Emelec na arquibancada e atleta assume tietagem

Por Da Redação 10 Maio 2012, 10h02

O Emelec jogou com casa cheia diante do Corinthians em Guiaquil, mas contou apenas com aproximadamente 100 torcedores no jogo de volta, realizado nesta quarta-feira. No setor de visitantes do Pacaembu, o presidente Nassib Neme tentou engrossar a torcida e o lateral direito Fulton Francis, que não foi relacionado, assumiu a tietagem.

‘Nos ofereceram um bom camarote, mas eu prefiro ver o jogo mais de perto e nunca assisto com uma parede de vidro na frente. Simplesmente, não gosto de ver os jogos com qualquer tipo de obstáculo’, disse Neme, sentado tranquilamente no cimento. ‘Estou cômodo aqui, não vejo qualquer problema’, declarou.

Na Copa Libertadores, é comum os times estrangeiros contarem com apoio mais expressivo de seus seguidores, com direito a faixas e instrumentos musicais. Na torcida do Emelec, havia apenas uma bandeira do Equador, portada por um trio de torcedores, e poucas pessoas estavam com a camiseta do clube.

Os jogadores que viajaram ao Brasil e não foram relacionados pelo técnico uruguaio Marcelo Fleitas para o confronto acompanharam tudo das arquibancadas do setor de visitantes. Ao lado de outros atletas, o lateral direito Fulton Francis usou o celular para fazer fotos e vídeos durante o jogo.’É sempre válido ter uma lembrança de um momento tão importante como esse, já que poucos times chegam a essa fase da Copa Libertadores. Estamos aproveitando cada detalhe e tirando fotos em todos os lugares’, contou o lateral direito, sem constrangimento.

Assim como o presidente do clube, Francis não vê qualquer tipo de inconveniente em acompanhar a partida das arquibancadas ao lado dos torcedores, entre eles alguns funcionários do consulado equatoriano. ‘Podemos assistir tudo muito bem daqui’, declarou.

A delegação do Emelec chegou a São Paulo no último sábado. Hospedados na região da Avenida Paulista, os jogadores do time equatoriano aproveitaram os dias que antecederam a partida diante do Corinthians para conhecer um pouco da cidade, e gostaram do que viram.

‘É uma cidade muito bonita e grande. Tivemos a chance de ir ao shopping, passear e fazer algumas compras para a família. Foi tudo muito tranquilo, como se fosse na nossa casa. Nos sentimos muito bem e a comida também é muito boa’, declarou o lateral direito.

Continua após a publicidade
Publicidade