Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente do Uruguai fala com Chilavert sobre futebol e racismo

Montevidéu, 5 mar (EFE).- O presidente do Uruguai, José Mujica, recebeu nesta segunda-feira em seu escritório o ex-goleiro da seleção paraguaia José Luis Chilavert, com quem conversou sobre futebol e sobre o caso de racismo protagonizado por Luis Suárez e Patrice Evra.

‘Conheci uma pessoa a quem admirava a distância e tive a oportunidade de estar perto dele’, afirmou Chilavert referindo-se a Mujica, logo após sair do encontro, segundo um comunicado da Presidência uruguaia.

O ex-capitão paraguaio relatou que, em sua conversa com Mujica, ambos falaram também sobre a situação do atacante uruguaio Luis Suárez no Campeonato Inglês, onde foi suspenso por comentários racistas e criticado após seu retorno por não estender a mão ao jogador que havia insultado, o francês Patrice Evra.

Após o incidente, boa parte da opinião pública uruguaia se surpreendeu com o tratamento dado a Suárez, a quem consideraram vítima das duras regras das autoridades inglesas com respeito às questões racistas.

Mujica ofereceu ‘todo seu apoio’ ao atacante e disse que parecia exagerado o escândalo criado ao redor de um jogador que ‘não tem nada de racista’.

‘Eu joguei na França, e lá as pessoas são bastante racistas também. Subestimam os sul-americanos’, disse nesta segunda-feira o capitão do Paraguai das Copas de 1998 e 2002.

Chilavert disse ter uma lembrança excelente de seu passado no futebol uruguaio, onde jogou durante os últimos seis meses de 2003, pelo Peñarol, e colaborou para que a equipe conquistasse o Campeonato Uruguaio.

‘Me trataram muito bem e me sinto como se estivesse em meu país’, afirmou o ex-goleiro artilheiro.

Chilavert declarou que considera Mujica um ‘homem muito inteligente, com muita lucidez e ótimos projetos para o país’. EFE