Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente do Fluminense usa redes sociais para criticar arbitragem

Os erros da arbitragem no clássico contra o Vasco ainda não foram esquecido pelo Fluminense. O técnico Abel Braga criticou o árbitro Antônio Schneider após a derrota no Engenhão. Nesta segunda-feira, foi a vez do presidente Peter Siemsen se pronunciar. O mandatário tricolor colocou um texto nas redes sociais pedindo a profissionalização dos árbitros e criticando o número excessivo e assistentes durante as partidas.

O resultado do clássico deixou o Fluminense longe da classificação para as semifinais da Taça Guanabara. Com sete pontos, os tricolores estão na quinta colocação do Grupo B e, além de precisar vencer seus últimos dois jogos, necessitam de um tropeço do Boavista contra o Vasco, no sábado. Por conta disso, o técnico Abel Braga já adiantou que vai escalar os titulares nas rodadas finais do primeiro turno do Campeonato Carioca.

Na quarta-feira, o Fluminense vai até Campos encarar o Americano. Já no sábado, os tricolores vão enfrentar o Friburguense, em São Januário.

Confira abaixo o texto do presidente Peter Siemsen:

‘Ontem, vimos a comprovação da decadência do Campeonato Carioca (aliás, Estadual). Os times do Rio estão entre os melhores elencos do País, representando com sucesso o nosso estado nos certames nacionais. No entanto, nos dois últimos fim de semanas, foram jogados dois clássicos para 7 mil e 8 mil pagantes, com rendas dignas de jogos de 2divisão. Em suma, o campeonato é um fracasso de público e de fórmula. Com relação à arbitragem, a situação é ainda pior, estamos nos acostumando com a incompetência. Não é de hoje que a arbitragem do estado está muito ruim e todas as medidas que visam uma melhora, como a inclusão dos árbitros adicionais atrás dos gols e adoção do técnico de árbitros (no total são 6 árbitros + um ex-árbitro no posto de técnico), não surtem efeitos e sim aumento de custo. Todo esse contingente é pago pela renda dos clubes. Será que não devemos voltar ao modelo anterior e investir fortemente na profissionalização e capacitação dos árbitros? A atual escola da Federação não dá resultado e aumenta os custos. A Federação é formada pelos clubes e para eles deve ser voltada a busca de resultado e qualidade’.