Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente do Atlético-GO vê erros de arbitragem, mas elogia Goiás

Após a perda do título para o Goiás, o diretor de futebol do Atlético-GO, Adson Batista, atacou o bandeira Edson Antônio, que não assinalou impedimento no gol de impedimento do rival esmeraldino. O presidente do Dragão, Valdivino de Oliveira, por sua vez, constatou falhas do auxiliar, mas não culpou o fato para a derrota da equipe rubro-negra.

‘Faltou um gol no primeiro jogo, se tivéssemos feito um gol, seríamos campeões. Não marcamos e felicidade para o Goiás’, confessou, em entrevista para a ‘Rádio 730’. ‘Na minha visão, o bandeira errou em dois lances: no impedimento do Diogo Campos , que foi gol e ele não marcou’, completou o dirigente.

Melhor na primeira fase, o Goiás jogou com a possibilidade de ser campeão através de dois empates, fato que fez o Alviverde merecer a conquista. ‘O campeonato foi equilibrado e o Goiás tem um ponto a mais. Eu queria, sem demagogia, parabenizar o Goiás e toda a sua direção’, encerrou.

Resta ao clube, agora, definir o futuro de sua comissão técnica. Embora prestigiado pela diretoria, Adilson Batista foi sondado pelo Cruzeiro para reassumir a Raposa, atualmente sem comando, desde a saída de Vágner Mancini, que pediu demissão após ser eliminado na Copa do Brasil, pelo Atlético-PR.