Clique e assine com 88% de desconto

Presidente do ASA diz que vindas de Viçosa e Jóbson são complicadas

Por Da Redação - 17 jul 2012, 16h53

Mesmo contando com Lúcio Maranhão, um dos líderes na artilharia do Brasil na temporada, o ASA quer reforçar o setor ofensivo da equipe. O nome mais próximo do Alvinegro é o de Júnior Viçosa, mas o presidente José dos Santos Oliveira, o Zé da Danco, admitiu ao ‘Minuto Arapiraca ‘que a negociação é complicada.

‘Não tem nenhum acordo fechado, ninguém daqui falou. Estamos sim conversando, mas a negociação envolve três clubes (ASA, Goiás e Grêmio) e por isso não é fácil. Afirmar que o jogador está chegando prejudica a negociação’, explicou o mandatário do Fantasma das Alagoas.

Além de Viçosa, que atuou no clube em 2009, o polêmico Jóbson, que pediu dispensa do Grêmio-SP, foi especulado no ASA durante a última semana. Zé da Danco não descarta a chegada dos dois jogadores, mas admite que o nível financeiro dos concorrentes pode atrapalhar.

‘Diante da capacidade e do nome dos dois, não é nada fácil trazer os dois, mas brigamos para reforçar o ASA. Dependendo de algumas situações, quem sabe’, ressaltou o presidente.

Publicidade

Enquanto não reforça o ataque, a equipe comandada por Heriberto da Cunha entra em campo nesta terça-feira, pela 11rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O duelo contra o Vitória acontece às 19h30 (de Brasília) no Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, o Fumeirão.

Publicidade