Clique e assine a partir de 9,90/mês

Presidente da Wada fala em rigidez histórica nos Jogos Olímpicos de Londres

Por Da Redação - 10 jul 2012, 17h06

Redação Central, 10 jul (EFE).- O presidente da Agência Mundial Antidoping (Wada), o australiano John Fahey, afirmou que os Jogos Olímpicos de Londres terão os controles mais rígidos da história do esporte.

‘Digo da forma mais clara possível: se você é um atleta que se dopa e está pensando em competir em Londres, é melhor se retirar da sua equipe olímpica’, garantiu o dirigente.

Três semanas antes do início dos Jogos, o dirigente da Wada decretou: ‘um atleta dopado não pode conseguir êxito, é uma completa contradição’, disse, completando que imagina que um esportista que conquista medalha utilizando drogas não deve conseguir se olhar no espelho e se achar merecedor do feito.

Para John Fahey, os Jogos Olímpicos são o momento mais alto na carreira de um atleta, e que a utilização de substâncias proibidas ‘é uma traição total do que significa o esporte’.

Continua após a publicidade

Segundo o presidente da Wada, a expectativa é fazer deste os Jogos mais limpos possível e que os esportistas ‘devem saber que suas possibilidades de não serem pegos são menores do que nunca’. EFE

bgs/bg

Publicidade