Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente considera cômica oferta do Porto por Ganso: ‘Faltou um zero’

Em meio a polêmicas com a diretoria do Santos, o meia Paulo Henrique Ganso despertou o interesse do Porto (Portugal) na sua contratação. Porém, a proposta apresentada pelos Dragões não agradou a cúpula santista. Desta forma, segundo o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, o Peixe irá recusar a oferta dos portugueses pelo seu camisa 10.

‘Recebemos uma proposta do Porto e mandamos uma cópia ao nosso sócio nos direitos do jogador (grupo DIS). Nós vamos responder na segunda-feira, educadamente, que não temos o menor interesse de vendê-lo. Pelo Santos, o Ganso fica aqui até o fim do seu contrato (previsto para 2015)’, disse Luis Álvaro, em entrevista ao Arena Sportv.

Sem interesse na venda de Ganso, o mandatário alvinegro ainda ironizou os valores oferecidos pelo Porto em busca da contratação do meia. ‘Não temos interesse nenhum em sequer abrir conversa no que nos foi proposto. Propostas como estas, eu diria que são cômicas, para não falar que são trágicas. Eu diria que tem um erro de digitação, na proposta tem um 0 a menos’, comentou.

Já sobre a situação contratual de Paulo Henrique Ganso com o Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro destacou que está aberto a conversar com o jogador sobre uma renovação, tendo em vista que os seus vencimentos mensais estão abaixo do desejado pelo próprio atleta. ‘Na hora que ele quiser conversar, vou conversar com ele. E certamente não é o interesse do Santos perder esse jogador. A nossa expectativa é a de que ele cumpra o contrato em vigência e siga honrando a camisa do Santos como sempre fez’, encerrou.

Com um salário avaliado em R$ 150 mil por mês, Ganso tem os seus direitos econômicos divididos entre o DIS, sócio majoritário e dono de 55%, e o Peixe, responsável pelos 45% restantes. Entretanto, os direitos federativos do jogador, segundo as leis da Fifa, ficam sob propriedade do clube.