Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente cassa liminar e eleição no Bahia é retomada

Durou menos de um dia a liminar que suspendeu a eleição presidencial do Bahia. Após o pleito ter sido paralisado na tarde desta terça-feira pelo sócio e ex-conselheiro Jorge Maia, que alegou ter sido excluído da votação, o atual mandatário conseguiu derrubar a decisão na madrugada de quarta. Assim, os conselheiros que não votaram poderão fazê-lo até às 17 horas (de Brasília). Candidato único e prestes a ser reeleito, Marcelo Guimarães Filho comemorou a decisão no Twiitter.

‘Conseguimos revogar a decisão anterior! Vamos seguir trabalhando! Quero agradecer a todos os torcedores que me deram apoio! O momento é de união! A responsabilidade é grande agora. Não podemos pensar em nada mais que não seja Libertadores, Sul Americana’, escreveu o mandatário.

Buscando novo mandato para comandar a equipe durante o triênio 2012/2014, Marcelo não ganhou concorrentes nas urnas, mas vem sofrendo uma batalha judicial desde que fez mudanças no conselho deliberativo do clube, em outubro.

Na ocasião, houve uma mudança de 58 integrantes do órgão, o que a oposição considera irregular. A troca aconteceu porque alguns dos antigos membros já faleceram e outros pediram afastamento. Além disso, foram excluídos os inadimplentes por mais de seis meses e aqueles que faltaram em três reuniões consecutivas ou cinco alternadas. Em seus lugares, entraram suplentes pré-estipulados.