Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Preparador nivela escola corintiana de goleiros à palmeirense: Falta acreditar

Por Da Redação 11 out 2011, 07h43

A tradição do Palmeiras em revelar grandes arqueiros tem uma simples explicação, na visão do preparador de goleiros do Corinthians, Mauri Costa Lima: o clube alviverde aposta em seus talentos e lhes dá tempo e espaço para crescer profissionalmente, sem pinçar grandes nomes no mercado. Contratado em janeiro de 2008, o profissional inclusive compara a condição de formar jogadores entre os grandes rivais.

‘Todo mundo diz que ‘ah, o Palmeiras é uma escola de goleiros’. Não, o Corinthians também é uma escola de goleiros, tem grandes goleiros. É que falta acreditar no potencial de cada um deles. Nós sabemos que é difícil, o clube sempre está procurando colocar jogadores de altíssimo nível para atuar’, argumentou o preparador.

Em recente parceria com investidores, o Corinthians contratou Renan, de 20 anos. Considerado grande promessa no futebol catarinense e tendo inclusive convocação para a Seleção Brasileira, ele chegou para disputar posição com Julio Cesar e não demorou a receber oportunidade no time titular, assim que o camisa 1 se machucou. Porém, após atuar em três jogos e falhar algumas vezes, ele foi substituído pelo então terceiro goleiro, Danilo Fernandes, também prata da casa.

‘O Danilo ia ser dispensado no início de 2009, mas eu vi um coletivo seu, gostei e o trouxe para o time de cima. Foram praticamente dois anos e meio de espera para que ele pudesse estrear no profissional. Não é de uma hora para outra que aparece uma oportunidade’, prosseguiu Mauri.

Além de ter Julio Cesar, Danilo Fernandes e Renan, o clube vem fazendo rodízio para a posição de quarto goleiro com atletas das categorias de base. ‘O Caíque, que é uma grande surpresa, o Matheus do sub-18, que é um excelente goleiro, o Ravi, o Henrique… A ideia é que vivenciem o dia a dia do profissional e corrijam alguns pontos. O Corinthians está muito bem servido de goleiros. Se deixar trabalhar, terá grandes goleiros oriundos da base’, concluiu o preparador.

Continua após a publicidade
Publicidade