Clique e assine com 88% de desconto

Preocupado com a seleção, Ronaldo ameaça: ‘Vou voltar’

Ex-craque brinca com momento ruim do Brasil, mas aposta em recuperação

Por Da Redação - 11 out 2012, 08h52

“Tenho certeza de que vamos olhar para trás com orgulho e saber que organizamos a melhor Copa do Mundo de todos os tempos”

Empolgado com os quilos perdidos no Medida Certa, do Fantástico, e preocupado com a queda da seleção brasileira no ranking da Fifa – hoje, o país ocupa apenas a 14º posição -, o ex-craque Ronaldo fez uma ameaça aos jogadores da equipe na véspera do amistoso desta quinta-feira, na Suécia, contra o Iraque. O maior artilheiro das Copas do Mundo avisou, em tom de brincadeira, que vai se candidatar a um lugar no time se a seleção não melhorar seu desempenho. “É a nossa pior posição da história no ranking e um momento bem difícil para a equipe. Mas vamos jogar a Copa em casa, e isso será um incentivo. Acho que vai ter um impacto positivo”, opinou ele, antes de mandar seu recado: “Caso contrário, vou jogar de novo”.

O nome do ex-craque, aliás, foi citado na quarta pelo capitão da seleção, Thiago Silva, ao pedir paciência à torcida brasileira: “Não é todo dia que nasce um Ronaldo”, disse o zagueiro. Apesar da brincadeira com a instabilidade da equipe, Ronaldo se disse confiante tanto no desempenho da seleção no Mundial como na organização de um bom evento. Ele é integrante do Comitê Organizador Local da Copa e um dos garotos-propaganda das campanhas do governo para promover as ações oficiais ligadas ao Mundial. “Tenho certeza de que vamos olhar para trás com orgulho e saber que organizamos a melhor Copa do Mundo de todos os tempos. A organização tem que ser perfeita. E vai ser perfeita”, garantiu.

(Com agência Gazeta Press)

Publicidade